Mano escala o Corinthians no 4-4-2; Lulinha é barrado

Treinador dá nova chance para o meia Héverton, assim como Acosta, que faz dupla de ataque com Dentinho

Vítor Marques, Jornal da Tarde

07 de março de 2008 | 17h42

Ao que parece, o técnico Mano Menezes deixará de lado o esquema 3-5-2 para a volta do tradicional 4-4-2, pelo menos para a partida diante do Guaratinguetá, neste domingo, às 16 horas, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.     Veja também:  CBF anuncia tabela da segunda fase da Copa do Brasil Além de escalar o time no 4-4-2, no treino desta sexta-feira, no Parque São Jorge, Mano manteve o meia-atacante Lulinha de fora da equipe titular, após sua atuação apagada no clássico diante do Palmeiras, no domingo passado. Em compensação, o treinador dará mais uma chance a Acosta, que treinou entre os titulares ao lado de Dentinho, que volta após cumprir suspensão automática.Outra novidade do Corinthians é o provável retorno do goleiro Felipe, que ficou de fora das duas últimas partidas do Paulistão por causa de uma lesão no ombro direito. O goleiro treinou como titular e deve ser confirmado pelo treinador. Já Carlão assume a lateral-esquerda no lugar de André Santos - suspenso -, e terá a incumbência de atual como um "falso zagueiro", ajudando Chicão e William.A grande novidade da nova escalação do Corinthians, no entanto, deve acontecer no meio-campo. Como Lulinha está sob pressão, Mano Menezes dará uma chance ao meia Héverton, ex-Ponte Preta, como titular, ao lado de Diogo Rincón. O jogador entrou nos minutos finais do clássico diante do Palmeiras.   Desta forma, a provável escalação é a seguinte: Felipe; Carlos Alberto, Chicão, William e Carlão; Bóvio, Fabinho, Diogo Rincón Héverton; Acosta e Dentinho. RETORNO O treino desta sexta-feira contou com os retornos do zagueiro Fábio Ferreira e do volante Nílton, que se destacou na equipe durante o Brasileirão do ano passado, mas ficou de fora da equipe por seis meses devido a uma lesão em seu joelho.Já Fábio Ferreira retorna após se recuperar de uma lesão em seu tornozelo. O zagueiro é o único da "safra" da posição do ano passado, já que a diretoria dispensou cinco dos seis zagueiros do elenco de 2007. De acordo com Antônio Carlos, diretor técnico, Fábio Ferreira tem potencial para continuar na equipe. DEMITIDO A diretoria do Corinthians demitiu, nesta sexta-feira, o gerente de futebol João Roberto de Souza, conhecido como Beto. Em seu lugar assume Saulo Magalhães, que trabalhava nas categorias de base. Atualizado às 18 horas para acréscimo de informação

Tudo o que sabemos sobre:
Mano MenezesCorinthiansPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.