Mano esconde escalação corintiana para o clássico

O técnico Mano Menezes não confirmou o time titular do Corinthians para enfrentar o Santos nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela quarta rodada do Paulistão. Mas a tendência é que ele mantenha a escalação das duas primeiras partidas, nas vitórias diante da Portuguesa (2 a 1) e do Paulista (1 a 0).

VITOR MARQUES, Agência Estado

28 de janeiro de 2014 | 18h57

Mano só confirmou que o lateral-direito Fagner ainda continua fora da equipe, apesar de já estar com a documentação regularizada. Segundo ele, não é justo divulgar a escalação para imprensa antes de conversar com os jogadores. "Não fizemos um treino coletivo tático e vou tomar esta decisão hoje à noite. Amanhã (quarta-feira), 45 minutos antes do clássico, vou divulgar a escalação", avisou.

Nos dois primeiros jogos, Mano escalou um time que do meio para frente tinha Danilo, Romarinho e Guerrero. Já contra o São Bernardo (derrota por 1 a 0), no último sábado, o treinador mandou a campo Ibson, Alexandre Pato e Emerson.

"O que ainda não temos definido é qual é a nossa força máxima. Hoje, todos os jogadores têm condição de jogar, exceto Fagner e o Renato Augusto, que ainda precisa de mais tempo", afirmou Mano.

Para o treinador, a responsabilidade de vencer o clássico está dividida entre Corinthians e Santos. "Eles vão jogar em casa, é sempre difícil jogar lá, mas penso que temos chance de sair vitoriosos se jogarmos como no primeiro tempo contra a Portuguesa, que, me parece, foi quando jogamos nosso melhor futebol", avaliou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.