Vinnicius Silva / Cruzeiro
Vinnicius Silva / Cruzeiro

Mano ironiza após nova classificação sobre Palmeiras: 'Favoritos são os outros'

Técnico considera que equipe mineira mereceu eliminar o time paulista da Copa do Brasil

Estadão Conteúdo

27 Setembro 2018 | 09h18

A fase até era diferente, mas o resultado final foi o mesmo. Após eliminar o Palmeiras nas quartas de final da Copa do Brasil de 2017, o Cruzeiro repetiu a dose nas semifinais da edição de 2018, em classificação sacramentada com o empate por 1 a 1 no Mineirão, na noite de quarta-feira - antes, havia triunfado por 1 a 0 no Allianz Parque.

O fato de o Cruzeiro ter eliminado o Palmeiras pelo segundo ano consecutivo foi exaltado pelo técnico Mano Menezes, que também admitiu já começar a pensar no duelo de volta das quartas de final da Copa Libertadores contra o Boca Juniors, na próxima quinta-feira. Além disso, ironizou um suposto descaso dos analistas ao avaliarem os confrontos do time mineiro.

"Na quinta-feira que vem vamos ter que fazer o jogo do ano. Mas vamos comemorar isso aqui primeiro, vamos por partes. O Cruzeiro teve a grandeza de ser merecedor de chegar novamente à final. Foi a segunda vez seguida que eliminamos o Palmeiras, e do outro lado tem muita qualidade. O Palmeiras vive um momento extraordinário de reação desde que o Felipão chegou. Isso valoriza muito o que a gente tem aqui. A gente sempre ouve que os favoritos são os outros, mas estamos aí, resistindo", disse.

 

Mano também apontou que o Cruzeiro mereceu a classificação diante do Palmeiras, apontando que o time correu poucos riscos no Mineirão, chegou a ampliar a sua vantagem com o gol marcado por Barcos e só foi ser vazado em uma jogada de bola parada.

"Foram dois jogos duríssimos, o adversário é de grande nível, exigiu muito da gente. Trouxemos uma vitória de fora, para o segundo jogo. De todos os jogos de volta, foi o que tivemos o controle maior da situação. Começamos bem. Fizemos nosso gol na frente e sofremos o gol da única maneira que poderíamos sofrer, numa bola parada. Disse aos jogadores que agora podemos sonhar com o bicampeonato. Até agora caminhamos para nos candidatar, agora que é a disputa do título", afirmou.

O Cruzeiro voltará a jogar no domingo diante do Palmeiras, dessa vez no Pacaembu e em duelo válido pela 27ª rodada do Brasileirão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.