Washington Alves / Cruzeiro
Washington Alves / Cruzeiro

Mano lamenta chances desperdiçadas pelo Cruzeiro contra o Vasco

Para treinador, faltaram jogadores com mais características de jogar dentro da área adversária para alcançar o empate

Estadão Conteúdo

27 Novembro 2017 | 09h26

O técnico Mano Menezes lamentou as chances desperdiçadas pelo Cruzeiro na derrota para o Vasco, por 1 a 0, neste domingo, no Mineirão. Para o treinador, o time da casa criou oportunidades suficiente para virar o placar, porém falhou nas finalizações, em seu último jogo em casa na temporada.

+ Cruzeiro bate o Atlético-MG nos pênaltis e conquista Super Copa do Brasil Sub-20

+ Ex-vice do Cruzeiro acusa seu futuro sucessor no cargo de tê-lo ameaçado de morte

"O jogo foi positivo, com exceção do resultado. O Cruzeiro jogou bem, o Vasco chutou duas bolas ao nosso gol. E nós, com todo esse volume, criamos oportunidades claras para poder empatar e até virar. Têm dias que a bola não quer entrar, o adversário tem méritos de se defender com muitos jogadores dentro da área, como foi no segundo tempo", comentou o treinador.

Na avaliação de Mano, faltou jogador com características mais ofensivas em campo, com facilidade na finalização. Com desfalques, o Cruzeiro entrou em campo com o meia Arrascaeta como o jogador mais avançado.

"Nos faltou mais características de área, um jogador para cabecear, porque você vai cruzar bolas na área, com o Vasco fechado. Faltou isso. Temos dois jogadores com características de área, até três, se você considerar o Jonata, que é um menino. Mas temos o Raniel e o Sassá com essas características. Então, os acabamentos pelo lado, um bom cruzamento, essas coisas todas influenciam na construção e na concretização de um domínio, como a gente teve hoje", analisou o treinador.

Mano, contudo, não deixou de reconhecer os méritos do adversário no Mineirão. "Eles se redobraram e conseguiram segurar o 1 a 0 do primeiro tempo. Não era o que gostaríamos de fazer para encerrar o ano em nossa casa", afirmou.

Com vaga garantida na fase de grupos da Copa Libertadores, por ter vencido a Copa do Brasil, o Cruzeiro joga sem maiores pretensões nesta reta final do Brasileirão. Na última rodada, o time mineiro vai enfrentar o Botafogo no Engenhão, no próximo domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.