Cesar Greco/Ag.Palmeiras
Cesar Greco/Ag.Palmeiras

Mano lamenta empate com o Corinthians: 'Faltou aquele detalhezinho'

Na avaliação do treinador, atletas fizeram escolhas erradas na hora de concluir as jogadas

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de novembro de 2019 | 22h32

O técnico Mano Menezes lamentou o empate por 1 a 1 entre Palmeiras e Corinthians, neste sábado, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio do Pacaembu. Para o treinador, "faltou aquele detalhezinho" para o seu time sair vencedor do clássico depois de ter dominado a maior parte do jogo.

"A gente não sai completamente contente, não conseguimos vencer. A equipe se entregou e criou oportunidades, mas faltou aquele detalhezinho que às vezes falta no futebol", afirmou o comandante, em entrevista coletiva.

Na avaliação do treinador, os atletas fizeram escolhas erradas na hora de concluir as jogadas e isso acabou facilitando a marcação do adversário. "Na primeira parte do jogo, recuperamos muitas bolas, marcamos bem no campo deles, mas perdemos logo depois. Conduzimos demais a bola, carregamos em demasia. Escolhemos alguns caminhos errados", disse.

Mano também lamentou o pênalti desperdiçado por Gustavo Scarpa no segundo tempo. Para o treinador, o resultado do jogo poderia ter sido diferente se Walter não tivesse defendido a cobrança. "Certamente não tomaríamos o contra-ataque tão aberto, que foi o lance que originou o escanteio, e o Michel acertou aquele chute. Mas o futebol é assim. Em um momento como aquele a penalidade máxima precisa ser convertida. Essa é a regra do jogo."

Com o empate deste sábado, o Palmeiras chegou ao 67 pontos, permanece na segunda posição, mas pode ver a vantagem do líder Flamengo aumentar para dez pontos neste domingo se vencer o Bahia no Maracanã. Mano Menezes, no entanto, evita fazer projeções. "O Flamengo pode perder, aí diminui um ponto. Vamos esperar. Os secadores do Flamengo não têm tido muita felicidade. É importante, lógico, fazermos a nossa parte. Levamos o sentimento de que merecemos construir a vitória, escapou por esses detalhes. Jogamos com mérito para construir a vitória. Isso é importante", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.