Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

Mano Menezes aceita proposta de clube chinês e sai do Cruzeiro

Técnico ainda comanda equipe contra o Internacional, no Brasileiro

Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2015 | 10h32

Chegou ao fim neste domingo pela manhã a novela sobre a saída do técnico Mano Menezes do Cruzeiro. E o final foi mesmo o esperado. O treinador aceitou a proposta do Shandong Luneng, da China, e comunicou a diretoria a decisão de deixar o clube para a próxima temporada, conforme confirmou o próprio time celeste através de seu site oficial.

Com isso, o último capítulo desta breve, mas vitoriosa passagem de Mano pelo Cruzeiro será escrito neste domingo. Ele ainda comandará a equipe no confronto diante do Internacional, às 17 horas, no Beira-Rio, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

A transferência de Mano Menezes para o Shandong Luneng já era considerada certa nos últimos dias. Tanto, que a entrevista coletiva convocada por ele na última quarta-feira foi recebida com surpresa quando o treinador admitiu estar próximo de aceitar a proposta mas garantiu que a saída ainda não estava selada.

"É uma proposta de um projeto grande, que, em um primeiro momento, me inclinou a pensar em aceitar. Mas envolve muita coisa. Por isso, precisamos avançar em algumas tratativas minhas com o clube que fez a proposta e outras que envolvem minha saída do Cruzeiro. As tratativas estão em andamento. Há probabilidade maior para o sim, mas ainda não tenho posição final para isso", disse na época.

A principal pendência que faltava ser resolvida era a multa rescisória do treinador no Cruzeiro. O clube mineiro não abria mão dos R$ 7 milhões previstos em contrato. Além disso, Mano negociava a ida de seis profissionais de confiança para irem trabalhar com ele no Shandong.

Como a saída já era considerada certa, os rumores sobre o possível substituto de Mano já começaram. Nos últimos dias, o nome de Clarence Seedorf ganhou força, mas não houve qualquer acordo. "A diretoria do tetracampeão brasileiro espera anunciar, nos próximos dias, o nome do profissional que vai comandar o Cruzeiro em 2016", limitou-se a informar o clube.

Mano Menezes chegou ao Cruzeiro no início de setembro com o time em crise, após a passagem de Vanderlei Luxemburgo, e brigando contra o rebaixamento. Em 15 jogos, venceu oito, empatou seis e perdeu somente um. Atualmente, os mineiros são os oitavos colocados da tabela, com 55 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.