Mano Menezes aposta em garotos contra o Paulista

Everton Ribeiro e Dentinho são as novidades do técnico corintiano para jogo desta quarta-feira, no Morumbi

Vitor Marques, Jornal da Tarde

22 de janeiro de 2008 | 20h58

O mau resultado diante do São Caetano teve conseqüências diretas na escalação do Corinthians, que nesta quarta-feira duela com o desesperado Paulista de Jundiaí, às 21h45, no Morumbi. As principais mudanças promovidas pelo técnico Mano Menezes atingem o meio-de-campo, setor problemático no time na derrota de domingo, em Mogi-Mirim. O meia Marcel, que defendeu o Paulista no ano passado, perdeu a vaga na equipe. Para corrigir problemas na criação, o técnico promove o retorno do meia-atacante Dentinho, que foi titular na reta final da desastrosa campanha no Brasileirão de 2007. Veja também: Fabinho chega ao Brasil, e Mano prevê disputa entre volantes "A saída do Marcel é de ordem técnica", afirmou o treinador corintiano. "O Dentinho vem de uma seqüência positiva, o que aumenta nossa confiança nele", disse Mano, se referindo à entrada do jovem atacante durante as duas partidas iniciais. Essa não será, contudo, a única alteração no time. Mano Menezes surpreendeu a todos ao acenar com a entrada de Everton Ribeiro. O lateral-esquerdo de 18 anos, que renovou contrato nesta terça com direito a multa rescisória de US$ 25 milhões, deverá jogar na meia-esquerda. No coletivo desta terça, Everton entrou no lugar de Alessandro, que foi recuado do meio para a lateral-direita, sua posição de origem. Eduardo Ratinho, que vinha atuando como titular, foi negociado. É a formação mais ofensiva testada por Mano Menezes desde que assumiu o Corinthians. O técnico estudou também outra formação, com Carlão no lugar de Everton. Segundo ele, essa é uma formação mais cautelosa. "O Carlão fica um pouco mais preso, para dar liberdade ao Alessandro e ao André Santos", disse ele. Os titulares venceram por 5 a 0, gols de Dentinho (2), Everton Ribeiro, Finazzi e Acosta, que, apesar de não ter ido bem nos primeiros jogos e do gol contra diante do São Caetano, segue com o respaldo do treinador. "Ele é talentoso e vai apresentar bom futebol. O que acontece é que a parte mais fina, o ataque, exige mais entrosamento", disse Mano, que prefere que o uruguaio carregue a bola do meio-de-campo para o ataque.CorinthiansFelipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Dentinho, Bruno Octávio, Perdigão e Éverton Ribeiro (Carlão); Acosta e FinazziTécnico: Mano MenezesPaulistaAdinam; Devas, Dema e Diego Padilha; Marco Aurélio, Tiago Fraga, Rever, Ricardinho e Fábio Vidal; Neto Baiano e Rodrigo FabriTécnico: Macus ViníciusÁrbitro: Leonardo Ferreira LimaEstádio: MorumbiHorário: 21h45TV: Pay-Per-View Confronto de divisões Na estréia, o Corinthians venceu o Guarani, que não tem nem vaga garantida na Série C do Brasileiro. No último domingo, saiu de campo derrotado diante do São Caetano, rival direto na Série B neste ano. Se o retrospecto se repetir, o Corinthians já pode preparar a festa pela vitória sobre o Paulista, rebaixado da Série B para a C em 2007. O time de Jundiaí perdeu seus dois primeiros jogos e divide a lanterna do Estadual com o Guarani. Mas Mano não vê a vitória como obrigação apenas pela diferença de divisões. "Todos estão na primeira divisão do Campeonato Paulista. Vitória e derrota independem da Divisão em que esteja o time no Brasileiro."

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.