Mano Menezes assina 'cheque em branco' para torcedor

Em Ribeirão Preto, Neide Baldin Watanabe ganha autógrafo do treinador corintiano em talão de cheques

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

12 de maio de 2008 | 21h36

O ambiente é tão tranqüilo no Corinthians que o técnico Mano Menezes anda assinando cheque em branco para a torcida. Mas Neide Baldin Watanabe, dona do talão, não vai descontar o prêmio. "Ele vai ser plastificado e vou colocar na parede. Vale muito", afirmou a corintiana que se espremia nas arquibancadas do Estádio Municipal de Cravinhos (SP), na tarde desta segunda-feira, para ganhar um autógrafo.  Valia tudo, em pedaço de papel, na roupa ou até no braço, como fez dona Jussara. "Vou ficar uma semana sem tomar banho", dizia a corintiana, feliz da vida após ganhar o autógrafo do goleiro Felipe. Ver o Corinthians de perto valia tanto que muitos adolescentes ‘mataram’ aula nesta segunda-feira para ir ao treino do Corinthians em Cravinhos, na região de Ribeirão Preto, onde o time enfrentará o São Caetano nesta terça. Muitos com o uniforme das escolas João Negreiro, Souza Campos e Moacir dos Santos. O Corinthians está em casa na região de Ribeirão Preto. Nesta segunda-feira, o time todo mostrou-se bastante solicito com os fãs (cerca de 500 pessoas, fiscalizadas por 24 policiais e alguns seguranças corintianos). E nesta terça, será recompensado com muitas vozes cantando e empurrando o time para cima do São Caetano.  Dos 28,5 mil ingressos disponíveis para o jogo no Estádio Santa Cruz, 20 mil foram vendidos antecipadamente. Até excursão vai sair de Cravinhos para acompanhar o Corinthians nesta terça-feira: três ônibus já estão lotados. E em um deles estará João Gaspar, de 29 anos, e seu coelho de pelúcia Qualhadinha, que, segundo ele, é um amuleto de sorte.  Corintiano roxo, o zelador do Estádio de Cravinhos preferiu trabalhar no domingo para poder estar no treino desta segunda-feira e poder gritar pelos ídolos. "Passei o Dia das Mães longe da minha [dona Maria]. Mas ela entendeu que o Corinthians significa muito pra mim", disse João Gaspar.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCopa do BrasilMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.