Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Mano Menezes convoca a seleção brasileira sem Ronaldinho

Técnico anuncia a lista dos convocados para quatro amistosos com Pato como novidade

estadão.com.br - atualizado às 10h51

11 de maio de 2012 | 10h14

Acompanhado por José Maria Marín, presidente da CBF, o técnico Mano Menezes anunciou nesta sexta-feira, no Rio, os 23 jogadores convocados para os próximos quatro amistosos do Brasil: contra Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina. E o treinador deixou de fora o meia Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo, além de ter apostado em 17 jogadores com menos de 23 anos, que podem disputar a Olimpíada de Londres. Em discurso, o dirigente declarou não ter interferido na lista.

Esta convocação foi a primeira da seleção brasileira após Marin assumir a presidência da CBF depois da saída de Ricardo Teixeira. E o dirigente exigiu ter acesso à lista com 48 horas de antecedência, no que foi atendido por Mano, como confirmado pelo próprio dirigente, mas garantiu não ter feito nenhuma alteração. "A lista está intacta", declarou.

No início da semana. Marín "sugeriu" que o treinador não utilizasse mais o meia Ronaldinho Gaúcho. E o dirigente, ao lado de Andrés Sanchez, diretor de seleções da CBF, acompanhou a apresentação da lista de convocados por Mano, sem a presença do jogador do Flamengo.

Boa parte dos jogadores convocados para os quatro amistosos devem fazer parte da equipe que tentará conquistar a medalha de ouro na Olimpíada de Londres. Da lista de 23 convocados, 17 possuem idade para disputar os Jogos neste ano. Mano também tem direito a levar para a Olimpíada três jogadores com mais de 23 anos, que podem estar entre os seis "veteranos" lembrados nesta sexta-feira.

A principal novidade da convocação foi a presença do atacante Alexandre Pato, que está no Milan. O treinador também chamou o meia Oscar, que enfrenta imbróglio jurídico entre Internacional e São Paulo. Além disso, o atacante Wellington Nen, destaque do Fluminense no início desta temporada, foi lembrado pela primeira vez.

Mano também não abriu mão de alguns dos destaques do futebol nacional, que devem desfalcar as suas equipes em jogos das rodadas iniciais do Campeonato Brasileiro, como Paulo Henrique Ganso e Neymar, ambos do Santos, Lucas, do São Paulo, e Jefferson, do Botafogo, entre outros. Já o zagueiro Dedé, do Vasco, que está contundido, ficou fora da lista de convocados por Mano.

O Brasil vai enfrentar a Dinamarca no próximo dia 26, em Hamburgo, na Alemanha, e os Estados Unidos, no dia 30, em Washington. Depois, joga contra o México, em 3 de junho, em Dallas, e encerra a série de amistosos contra a Argentina, no dia 9, em New Jersey.

Confira a lista de convocados da seleção brasileira para os quatro amistosos:

Goleiros - Jefferson (Botafogo), Neto (Fiorentina) e Rafael (Santos)

Zagueiros - Bruno Uvini (Tottenham), David Luiz (Chelsea), Juan (Inter de Milão) e Thiago Silva (Milan)

Laterais - Alex Sandro (Porto), Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Porto) e Marcelo (Real Madrid)

Volantes - Casemiro (São Paulo), Rômulo (Vasco) e Sandro (Tottenham)

Meias - Ganso (Santos), Giuliano (Dnipro), Lucas (São Paulo) e Oscar (Inter)

Atacantes - Alexandre Pato (Milan), Hulk (Porto), Leandro Damião (Inter), Wellington Nem (Fluminense) e Neymar (Santos)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.