José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Mano Menezes dá nota 5 para início de temporada do Corinthians

Há seis jogos sem vencer, time não agrada completamente o treinador: 'Poderia ter sido melhor'

Vítor Marques , Agência Estado

18 de fevereiro de 2014 | 19h29

SÃO PAULO - O técnico Mano Menezes deu nota "5" para o Corinthians neste início de temporada. Segundo ele, apesar da dificuldade que o clube passa com a reformulação no elenco e a saída de jogadores, a equipe tinha condição para estar numa situação mais cômoda no Campeonato Paulista.

"Daria nota 5, mesmo com esse processo de transição. O resultado poderia ter sido melhor", analisou o treinador. O Corinthians não vence há seis rodadas e nesta quarta-feira vai tentar quebrar o jejum diante do Oeste, em São José do Rio Preto. O time de Mano é o lanterna do Grupo B com oito pontos. "Não vencer é ruim, quando você está vencendo as coisas ficam mais fáceis dentro campo, a gente precisa fazer mais força (para vencer), mas temos de passar por isso", avaliou o treinador.

Um assunto que tomou boa parte da entrevista coletiva desta terça-feira foi o esquema tático utilizado no clássico contra o Palmeiras, com três volantes, além da substituição no segundo tempo, com a entrada do volante Jocinei no lugar do atacante Romarinho - logo depois, saiu o empate palmeirense.

"Também gostaria de dizer que o Romarinho pediu para sair, isso ninguém fala", disse Mano. "Jogamos 90% do jogo com três volantes, dominamos a partida e transformamos Prass em melhor em campo. O jogo tem de ser analisado desta forma. Não tomamos pressão depois da alteração e o gol do Palmeiras foi de cruzamento na área."

Mano disse que aceita críticas ao seu trabalho quando elas forem, na visão dele, justas. Mas que não se conforma com o rótulo de retranqueiro. "Posso conviver com a fama de retranqueiro a vida toda, mas não sou. Na minha primeira passagem montei um time com Cristian, Elias e Douglas no meio e três atacantes. Isso é retranca?", lembrou.

De qualquer forma, para enfrentar o Oeste nesta quarta-feira, Mano aboliu o sistema com três volantes e voltou a escalar dois meias. Danilo e Jadson começam como titulares e formam o meio de campo com Ralf e Bruno Henrique. Guilherme está suspenso pelo terceiro amarelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.