Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Mano Menezes descarta mudanças drásticas no Corinthians após goleada

Técnico busca que a equipe tenha mais consistência e que produza mais dentro de campo

Vítor Marques, Agência Estado

31 de janeiro de 2014 | 13h01

SÃO PAULO - Mano Menezes descartou que os jogadores do Corinthians precisem mudar a "atitude" para voltar a vencer no Campeonato Paulista, depois da goleada histórica sofrida para o Santos, por 5 a 1, na última quarta-feira, na Vila Belmiro. Segundo ele, essa explicação seria muito cômoda para qualquer treinador.

"Acredito muito em posicionamento, postura tática e desempenho. Muito fácil para o técnico quando as coisas não funcionam bem dizer que só faltou atitude. Atitude é um conjunto de situações. Primeiro, faltou posicionamento (contra o Santos), marcamos de longe, não dá para esperar marcação a cinco metros de distância. Atitude é um conjunto de ações", afirmou o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Sobre as mudanças que fez na escalação após a derrota para o Santos, Mano disse que está buscando que a equipe tenha mais consistência e que produza mais dentro de campo. Ele trocou o lateral-direito Diego Macedo por Fagner, que fará sua estreia no time, e colocou o atacante Emerson na vaga do meia-atacante Rodriguinho. A base do time, no entanto, continua a mesma.

"Em cima de um resultado atípico, você não faz mudanças drásticas, porque não se trabalha em cima da exceção. Acredito nisso e não vou desestabilizar a equipe, um grupo, em cima de uma exceção", avisou o treinador.

Assim, Alexandre Pato continua na reserva, embora tenha entrado na parte final do treino desta sexta-feira no lugar de Emerson. Mano não quis falar muito sobre o badalado atacante, que vem sendo criticado pela torcida, mas não deixou de cutucar o jogador durante a entrevista coletiva.

"A gente só fala bastante sobre o Pato porque vocês perguntam bastante. Por educação, a gente responde. Penso que já falamos muito sobre ele. Está na hora de parar de falar e deixar o Pato falar com os pés, que é como o jogador ''fala'' melhor", afirmou Mano.

Neste domingo, o Corinthians enfrenta a Ponte Preta, em Campinas, pela quinta rodada do Paulistão. Após duas derrotas seguidas - antes do Santos, perdeu no Pacaembu para o São Bernardo -, o time está mais do que pressionado a voltar a vencer.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.