Mano Menezes despista sobre escalação do Cruzeiro que fechará 1ª fase do Estadual

Time enfrenta o Democrata de Governador Valadares, domingo, às 16h

Estadao Conteudo

07 de abril de 2017 | 15h26

O técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, desconversou quanto questionado, em coletiva de imprensa na Toca da Raposa, nesta sexta-feira, sobre o time que vai entrar em campo no próximo domingo, às 16 horas, contra o Democrata de Governador Valadares, no Mineirão, pela 11ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro. A tendência, porém, é a de que os titulares sejam poupados.

"Não gosto de descaracterizar tanto a equipe, pois os atletas podem ficar numa situação difícil quando o time fica descaracterizado. Vamos levar isso em consideração. Tivemos jogos desgastantes. Contra o Nacional (do Paraguai, pela Sul-Americana), foi o mais intenso da temporada. Veio depois de um clássico (contra o Atlético), tem a parte emocional forte. O acúmulo traz desgaste maior e temos que nos cuidar. Temos jogos decisivos na Copa do Brasil contra o São Paulo. O cuidado vai se dever a isso", despistou o técnico.

Mano Menezes avaliou positivamente o desempenho da equipe neste começo de temporada. "Um bom início, que aponta para boas possibilidades que teremos de confirmar a partir de agora. Se pudermos aliar esse bom rendimento a conquistas, sabemos que terá valor diferente. É isso que tentamos administrar nesse período", revelou o treinador.

O time está garantido nas semifinais do Campeonato Mineiro já com vice-liderança desta primeira fase também assegurada. O Cruzeiro aguarda apenas a definição do adversário na próxima fase do Estadual. Atlético Mineiro (líder) e América (3º colocado) também já estão classificados. URT, Caldense e Tombense lutam pela última vaga às semifinais.

O Cruzeiro terá, neste domingo, o retorno do goleiro Fábio aos gramados, após oito meses fora. O ídolo da torcida sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho direito durante uma partida contra o Coritiba, em agosto do ano passado, pelo Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.