Mano Menezes elege o São Paulo como maior rival

Além disso, técnico já fala em intensificar treinamentos para estréia no Campeonato Paulista

09 de janeiro de 2008 | 08h57

A pouco mais de uma semana da estréia no Paulistão, na próxima quinta-feira, dia 17, contra o Guarani, às 21h45, o Corinthians intensifica os treinos e o técnico Mano Menezes já elegeu o principal rival do clube na competição: o São Paulo.Veja também: Corinthians acerta com Alessandro, que vem para jogar no meio "O São Paulo está à frente de todos os demais. É o campeão brasileiro e o que mexeu menos no elenco", explica Mano, que acrescenta: "Como faremos para diminuir este vantagem e se aproximar do São Paulo, que é o alvo, vai depender do nosso trabalho."  A temporada 2008 será um teste de fogo para o treinador, que tenta firmar seu nome entre os principais técnicos do Brasil e não titubeou em aceitar o desafio de comandar o clube alvinegro após a pior fase corintiana de todos os tempos, quando a equipe caiu para a Série B do Brasileirão, no final de 2007. Para tal, Mano não quer saber de descanso e já fala em intensificar os treinamentos que estão acontecendo na cidade de Itu, no interior paulista. "Farei trabalhos táticos a partir de sábado, algo mais específico. Segunda, terça e quarta eu vou intensificar, mesmo porque na quinta nós jogamos." Ainda esperando por mais um ou dois reforços, o técnico corintiano falou sobre como gosta de formatar seu grupo de jogadores: "Gosto de trabalhar com 26, 27 jogadores, até 28. Como é começo de temporada, talvez a gente aumente no início e, mais para frente, enxugue um pouco. A maior dificuldade do técnico é que só pode escalar 11 e tem de fazer uma equipe competitiva." Além disso, Mano Menezes deixou claro que o que aconteceu no último Brasileirão, quando as muitas defesas do goleiro Felipe foram o grande destaque do time na competição, não serão mais a maior atração no Corinthians. "O que procuro estabelecer como regra é que minha equipe seja competitiva e segura. Eu não quero que meu goleiro faça sempre milagres. Isto não pode acontecer, não é correto, pois mostra que algo está errado", concluiu o técnico.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansMano MenezesPaulista-A1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.