Mano Menezes enaltece esquema ofensivo do Corinthians

Treinador afirma que a equipe do Parque São Jorge tem o futebol mais ofensivo do Brasil na atualidade

Marcel Rizzo, Jornal da Tarde

27 de agosto de 2008 | 22h25

Mano Menezes parece que se cansou de ouvir que treinadores gaúchos são retranqueiros. E as declarações picotadas em meio às entrevistas se transformaram em um desabafo após a goleada sobre o Gama por 5 a 0, na terça-feira à noite, no Pacaembu. Dessa vez, ele falou com todas as letras: o Corinthians é o time com o futebol mais ofensivo do Brasil na atualidade.Veja também: Mano descarta hipótese de Corinthians contratar Dodô Volante Fabinho realiza cirurgia na coxa esquerda Mano diz que Corinthians ainda enfrentará dificuldades Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"É difícil se ver hoje em dia um time que joga apenas com um volante", afirmou o técnico do Corinthians. "Nós jogamos assim, apesar de uns ou outros falarem que jogamos defensivamente."Mano não quis direcionar as críticas, mas falava de comentaristas especializados. "Tomamos um sufoquinho do CRB (vitória corintiana por 2 a 1, no último sábado) e já viramos o pior time do mundo. O que ninguém fala nunca é que jogamos com três meias, dois atacantes e nossos laterais apóiam", explicou o treinador.A nomenclatura da posição de seus jogadores em campo é clara: somente um pode ser chamado de volante Fabinho ou Nílton (no jogo de terça-feira, foi Cássio). A questão é saber se Mano Menezes optaria por esse esquema se estivesse na Série A do Campeonato Brasileiro, jogando contra rivais mais bem qualificados.VOLTANo domingo, para a partida diante do ABC no Pacaembu, Mano contará com o retorno do zagueiro Chicão.O jogador se recuperou de uma entorse no tornozelo esquerdo, que o afastou de sete partidas, e vai entrar na vaga de Fábio Ferreira, que foi seu substituto no período.REFORÇOSO diretor-técnico do Corinthians, Antonio Carlos, vai ligar nesta quinta-feira para o técnico do Shakhtar Donetsk, o romeno Mircea Lucescu, para saber se é possível liberar o atacante Brandão agora. O clube paulista tem acertado com o atleta o tempo de contrato - um ano - e o salário - 50% do que ele recebe na Ucrânia -, e não teria de pagar nada ao clube.Se não liberá-lo agora, pois não tem substituto, o Shakhtar Donetsk pode cedê-lo em janeiro. Nesta quarta-feira, Brandão marcou um gol na vitória por 3 a 1 sobre o Dínamo Zagreb, resultado que garantiu a equipe na fase de grupos da Liga dos Campeões.O time do Parque São Jorge também está de olho em reforços para a defesa, e um dos observados é o argentino Sergio Escudero, de 25 anos, zagueiro do Argentino Juniors. Mauro da Silva, observador do clube, viajou ao país vizinho para avaliar o jogador e também mais um volante. Essas negociações, porém, devem ficar para o início do ano que vem.Já Almeida, mais um desconhecido contratados para teste, foi apresentado nesta quarta-feira. O contrato do volante de 24 anos vence em novembro. Fisicamente e no penteado ele lembra Anderson, meia do Manchester United e da seleção olímpica. "Espero ter um futebol à altura também", disse.UNIFORMEO Corinthians está promovendo uma votação via mensagens de celular (SMS) para escolher o uniforme que será usado no jogo contra o Brasiliense, no dia 16 de setembro.Até o início da noite desta quarta-feira, a camisa roxa vencia, com cerca de 43% dos votos. Se a escolha for confirmada - a "eleição" vai até o dia 14 -, será a segunda vez que o time usará a camisa, criticada pela maior organizada do clube, a Gaviões da Fiel. Na primeira, em 3 de abril, vitória de 2 a 0 sobre o Fortaleza, no Morumbi, pela Copa do Brasil. (Com AE)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.