Mano Menezes espera dificuldades na Copa América

O sorteio dos grupos da Copa América de 2011, realizado nesta quinta-feira na cidade de La Plata, colocou Paraguai, Equador e Venezuela no caminho da seleção brasileira na primeira fase da competição, que será realizada na Argentina. O técnico Mano Menezes acompanhou a cerimônia e disse que espera muitas dificuldades para o Brasil.

AE, Agência Estado

11 de novembro de 2010 | 20h48

"Será a primeira oportunidade, depois da Copa do Mundo, de as seleções da América do Sul confirmarem que estão em ascensão. Daí prevejo jogos difíceis e muito disputados nesta Copa América", disse Mano, em declaração publicada no site oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), ressaltando o nivelamento técnico das seleções do continente. "Essa distância diminuiu acentuadamente. As seleções sul-americanas conseguiram um nível melhor de preparação, são formadas por jogadores que têm experiência internacional e não são mais times fáceis de ser batidos".

Cabeça de chave do Grupo B, o Brasil fará sua estreia contra a Venezuela, no dia 3 de julho, na cidade de La Plata. Seis dias depois, será a vez de enfrentar o Paraguai, em Córdoba. Na mesma localidade, no dia 13, o adversário que fecha a primeira fase será o Equador. A Copa América tem três grupos com quatro seleções cada e oito (as duas primeiras colocadas de cada chave e mais os dois melhores terceiros) avançam às quartas de final.

"O Paraguai fez um boa Copa do Mundo, confirmando o bom futebol que tinha exibido nas Eliminatórias. A Venezuela progrediu muito, já de algum tempo, e o Equador, apesar de oscilar, tem no time jogadores com rodagem, inclusive campeões de Libertadores, o que dá muita personalidade e experiência", analisou o treinador da seleção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.