Mano Menezes exalta 'resposta forte' da seleção

Depois da traumática derrota para o México, no último sábado, na final da Olimpíada de Londres, a seleção brasileira não teve muito tempo para se recuperar. Mas conseguiu curar a ressaca olímpica com a vitória sobre a Suécia, por 3 a 0, nesta quarta-feira, em Estocolmo. E o técnico Mano Menezes tratou de exaltar a "resposta forte" dada pelo time do Brasil.

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2012 | 17h46

"Esperávamos uma resposta forte da seleção. Precisávamos dar uma resposta forte. Gostei muito daquilo que apresentamos. Controlamos o jogo, sofremos muito pouco. Marcamos três gols e fizemos um bom placar. Saio daqui feliz", afirmou Mano Menezes, durante a entrevista coletiva logo após a vitória no amistoso que marcou a despedida do Estádio Rasunda.

No mesmo palco em que o Brasil conquistou seu primeiro título mundial - o Estádio Rasunda, que recebeu a final da Copa de 1958, será demolido -, Mano também comemorou a boa participação dos jogadores reservas na vitória desta quarta-feira. O atacante Alexandre Pato, por exemplo, entrou no segundo tempo e marcou dois gols - Leandro Damião tinha aberto o placar.

"Os jogadores que entraram tiveram oportunidade de mostrar qualidade. É mais do que importante ter mais do que 11 jogadores na seleção", disse Mano, que, com a vitória na Suécia, vê a pressão sobre ele diminuir um pouco. Agora, o Brasil volta a jogar no começo de setembro, com dois amistosos em sequência: contra África do Sul e China, nos dias 7 e 10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.