Mano Menezes mantém esquema ofensivo no Corinthians

Treinador está satisfeito com desempenho da equipe, que conta com o retorno do meia Diogo Rincón

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

12 de maio de 2008 | 16h19

Empolgado com os recentes resultados, o técnico Mano Menezes manterá o esquema ofensivo no Corinthians para encarar o São Caetano nesta terça-feira, às 20h30, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, na partida de volta das quartas-de-final da Copa do Brasil.Veja também: Presidente do Corinthians desconversa sobre Palermo Apesar de jogar por um empate para se classificar, já que o primeiro jogo terminou com a vitória do Corinthians por 1 a 0, Mano realizou apenas uma modificação em relação ao time que venceu o CRB por 3 a 2, na estréia do Brasileirão da Série B, no último sábado. O meia Douglas deixa a equipe, pois não pode atuar na Copa do Brasil, para a volta de Diogo Rincón.A modificação não representa grande mudança da equipe. Na realidade, a mudança mais significativa é a manutenção do meio-campista Eduardo Ramos na vaga de Perdigão, que disputou o primeiro jogo diante do São Caetano. Com Ramos, o Corinthians é mais ofensivo e ganha mais uma opção para a armação de jogadas.   Além de manter Eduardo Ramos no time, o treinador alvinegro deixa de vez o esquema com três zagueiros, tendo mais confiança na cobertura dos volantes para proteger a zaga formada por Chicão e William. Esta formação aconteceu nos dois últimos jogos, e a equipe sofreu três gols, sendo dois de bolas alçadas à área.Confira o time-base para a partida: Felipe; Carlos Alberto, Chicão, William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos, Diogo Rincón e Lulinha; Dentinho e Herrera.INGRESSOSA segunda-feira foi marcada pela tranqüilidade nas bilheteria do Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, local da partida. Apesar da ordem nas filas, muitos torcedores reclamaram da falta de ingressos de meia-entrada, assim como a ação de cambistas, que estariam cobrando até R$ 100 por um ingresso de arquibancada, que custa R$ 20 na bilheteria.EXPECTATIVAAo contrário da primeira vez que esteve em Ribeirão Preto - clássico diante do Palmeiras, no dia 2 de março -, o time do Corinthians não teve uma recepção muito calorosa.No treino desta segunda-feira, realizado no estádio municipal da cidade de Cravinhos, os jogadores alvinegros foram recepcionados por cerca de 300 torcedores, contra 3 mil da última vez que esteve na região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.