Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Mano Menezes promete seleção capaz de suportar pressão

Treinador afirma que está preparado para suportar a pressão de uma Copa dentro do Brasil; convocação é nesta segunda

AE, Agência Estado

25 de julho de 2010 | 12h38

Novo técnico da seleção brasileira, Mano Menezes revelou que a sua principal preocupação no comando da equipe será montar um grupo capaz de suportar a pressão de disputar uma Copa do Mundo no País. O treinador, porém, evitou falar em obrigação de conquista de título do Mundial de 2014.

 

Veja também:

especial LINHA DO TEMPO: Trajetória de Mano

forum CBF acertou ao convidar Mano?

"Falar em necessidade de conquista é adiantar os fatos. Será preciso construir uma seleção capaz de suportar a pressão de uma Copa no Brasil. Temos um chão longo pela frente, com a disputa de Copa América na Argentina, Olimpíada em Londres e tudo isso faz parte da construção de uma equipe", afirmou, em entrevista à TV Globo.

Mano prometeu tentar fazer com que a seleção brasileira que seja ofensiva e atenda os anseios do torcedor. "Cabe ao técnico procurar incessantemente formar uma seleção que traduza ao povo aquilo que ele quer ver. Quando se consegue, os objetivos ficam mais perto", disse.

O treinador evitou revelar detalhes do planejamento, mas admitiu que Sidnei Lobo, que trabalhou com ele no Corinthians e no Grêmio, será seu auxiliar-técnico na seleção brasileira. "Primeiro vamos fazer essa convocação [segunda-feira, para o amistoso com os Estados Unidos], como compromisso urgente, depois temos um período maior. Mas certamente vou levar o Sidnei".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.