Mano Menezes reclama da reforma do Parque São Jorge

O técnico Mano Menezes reclamou nesta terça-feira da demora na reforma do gramado do Parque São Jorge. Há 50 dias o elenco corintiano trabalha no precário CT do Parque Ecológico do Tietê. E não há prazo para a entrega da obra, amarrada com as mudanças que serão feitas no estádio para que o Corinthians possa mandar alguns jogos ali.

AE, Agencia Estado

17 de março de 2009 | 19h52

"Claro que atrapalha (o trabalho do time). Entendo que falte dinheiro e que tenham alguns problemas. Mas o ideal é resolver tudo logo para treinarmos aqui no Parque São Jorge", disse Mano Menezes.

O problema é que o acordo que o clube fez com a empresa portuguesa LusoArenas para a reforma do estádio prevê mexer no gramado. E segundo informou Marco Herling, diretor da LusoArenas, a melhora na grama será o último ato antes de entregar o serviço pronto. A previsão de 90 dias da obra acaba em meados de abril, mas deve demorar ao menos mais três meses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.