Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians
Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians

Mano Menezes reclama de gols perdidos pelo Corinthians

Treinador aprova atuação da equipe, mas alerta sobre falha do ataque

Vitor Marques, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2014 | 04h50

SÃO PAULO - Mano Menezes pediu um pouco mais de tempo para que se faça algum juízo de valor deste novo Corinthians que ele está montado a partir das peças que já estavam no clube. Segundo ele, é preciso repetir a escalação pelo menos na próxima rodada, contra o Paulista, em Americana. Esta é a tendência.

Ele quer dar mais chance a Uendel e a Rodriguinho, dois jogadores promissores e que são considerados as apostas deste início de temporada. O técnico disse que gostou, sobretudo do primeiro tempo, porque o Corinthians soube se impor e sair jogando com a bola nos pés.

O que fez de diferente, segundo ele, foi colocar mais um meia em lugar de um atacante. Contra a Portuguesa, Mano armou um meio-campo com Rodriguinho centralizado e Danilo mais aberto pela esquerda. Romarinho jogou pela direita.

"Considero que é mais fácil um meia virar atacante do que um atacante virar meia. Acho que a equipe produziu bem ofensivamente, além de ganhar uma boa opção pelo lado (esquerdo)", afirmou.

Pelas alterações que ele fez no segundo tempo, ficou claro que num primeiro momento Sheik vai brigar com Romarinho, Alexandre Pato com Guerrero e Douglas com Rodriguinho. Assim Mano não muda o esquema de jogo, o 4-2-3-1, mesmo trocando os jogadores.

“Só posso reclamar que a gente não matou o jogo no início do segundo tempo e ficamos com aquela angústia. A gente sabe que às vezes uma bola escapa, mas no geral saímos contentes com o resultado.”

Mano disse que Alexandre Pato também terá sua chance no futuro, mas que suas escolhas agora se basearam em questões técnicas e físicas. “Ele vai ter seu espaço, mas vai depender dele.”

Alexandre Pato reconheceu que precisa trabalhar mais para conseguir a vaga de titular. “Vou dar meu melhor e fazer o que o professor pedir. Ele tem suas escolhas e eu preciso trabalhar para jogar.”

Mano Menezes praticamente nem conta mais com o lateral-direito Edenílson, que deve ir para a Udinese. Contra o Paulista, o treinador disse que, se a venda for concretizada hoje, Diego Macedo será titular.

O lateral-direito Fagner, segundo Mano, ainda precisa de um tempo maior de treinos para jogar.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.