Mano Menezes: 'Sem investimento, não tem milagre'

Técnico corintiano volta a pedir reforços, mas admite dificuldade para encontrar jogadores de qualidade

Redação,

18 de abril de 2008 | 16h49

O técnico Mano Menezes voltou a afirmar nesta sexta-feira que o Corinthians só conseguirá títulos se abrir os cofres. O treinador, no entanto, não acredita em um grande investimento para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B, que começa em maio. A meta de Mano é encontrar jogadores de preço baixo e de qualidade para completar a reformulação do elenco corintiano, iniciada em janeiro. "Sem investimento, não tem milagre. Não somos só nós que temos dificuldades. Jogador bom no mercado tem, mas não é tão simples. Na primeira parte do trabalho, não tínhamos como fazer isso." O Corinthians ainda busca a contratação de um meia, um atacante, um lateral e um volante. O único reforço considerado de "qualidade" é Douglas, que estava no São Caetano. "O Douglas vai resolver os problemas? Não! Mas vai dar qualidade", explica Mano Menezes. Para Mano, os atuais jogadores do Corinthians devem se dedicar ainda mais nos treinos para evitar vexames como a derrota para o Goiás pela Copa do Brasil. "A equipe vive de resultados. Temos jogadores que não renderam tudo que podem, mas temos de dar condição para que eles rendam mais. E o jogador precisa fazer sua parte." DENTINHOO atacante Dentinho não participou dos treinos desta sexta-feira com o elenco e pode ficar fora do jogo de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil, contra o Goiás. Dentinho sofreu uma lesão no quadril durante o jogo da última quarta-feira, no Serra Dourada, e está fazendo fisioterapia para se recuperar. O atacante ainda sente muitas dores e será novamente avaliado pelo departamento médico do clube na próxima semana. Ele ainda tem 12 dias para se recuperar, já que a partida de volta está marcada somente para 30 de abril, no Estádio do Morumbi. Para amenizar a falta de jogos nas duas semanas entre as duas partidas da Copa do Brasil, o clube já agendou um amistoso contra o Cene, do Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, no dia 26. Fora da fase semifinal do Campeonato Paulista e rebaixado para a Série B do Brasileiro, o Corinthians tem sido pressionado pela torcida, que classifica a conquista da Copa do Brasil como obrigação.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.