Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Mano Menezes valoriza atuação do Palmeiras e brinca com tabu do São Paulo

'Construímos uma grande vitória para manter o histórico da casa', diz o técnico após vitória por 3 a 0

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2019 | 22h57

Mano Menezes ficou satisfeito com a atuação do Palmeiras na vitória por 3 a 0 sobre o São Paulo, na noite desta quarta-feira. O treinador também brincou ao lembrar que seu time manteve o tabu de nunca ter perdido para o rival no Allianz Parque. São nove jogos, com oito vitórias e um empate. Foi a primeira vez de Diniz no estádio do Palmeiras. Os rivais não se enfrentam mais nesta temporada.

"A gente fez um posicionamento um pouco diferente, demos mais liberdade para o Dudu. O Reinaldo apoia com muita insistência, não dá para recuar o Dudu toda hora. Dei essa tarefa para o Scarpa. Aí sim tivemos dois ou três jogadores no setor porque tivemos posse e controle para fazer isso. A equipe fez um bom jogo. Com a vantagem, o São Paulo se jogou um pouco mais, tivemos muitos contra-ataques no segundo tempo. Mas construímos uma grande vitória para manter o histórico da casa (risos)", analisou Mano.

 

O treinador também ficou feliz pela forma com que o Palmeiras encarou o clássico, com seriedade desde o começo. E atuando bem. "É importante termos um nível de atuação, um futebol bem jogado. Criamos bastante oportunidades para chegar aos 3 a 0 nesse momento da competição em que todos são cobrados por um jogo melhor. Quando cheguei, disse que iríamos perseguir isso, que ia mudar um pouco a característica da equipe jogar, ter mais posse de bola, mais controle e criar chances de gol. Acredito que a equipe saiu de campo hoje tendo realizado uma boa parte disso", acrescentou o treinador.

O Palmeiras marcou três gols, mas poderia ter feito mais. Pelo menos outros dois. Os próprios jogadores ficaram com essa sensação. Com a vitória, o Palmeiras diminuiu para sete pontos a vantagem do líder Flamengo. No entanto, a equipe carioca ainda joga nesta quarta-feira contra o Goiás, no Serra Dourada. Ao ser questionado sobre o trabalho do técnico Jorge Jesus à frente do Flamengo, Mano se esquivou e comentou sobre a briga pelo título brasileiro.

"Eu não sou analista de treinadores, são vocês. Eu acho que o trabalho é muito bom. Tão bom que, mesmo nós fazendo uma campanha muito boa, estamos a uma distância grande. Temos de nos preocupar conosco, fazer bem o que temos para fazer. Vamos jogar para nós, entregar para o nosso torcedor, entregar algo que deixe todos felizes. Depois somamos os pontos no final. Mas lógico que o trabalho de lá é extraordinário", disse.

O clássico com o São Paulo foi o segundo de Mano no comando do Palmeiras. No primeiro, a equipe perdeu por 2 a 0 para o Santos. O terceiro e último desta temporada será realizado no dia 9 de novembro, diante do Corinthians, no Pacaembu, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em segundo lugar da tabela, com 60 pontos (69% de aproveitamento), o Palmeiras volta a jogar sábado, às 19h, contra o Ceará, pela 30ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.