Mano pede paciência e evita falar em estréia de Ronaldo

A expectativa do torcedor corintiano para ver a estréia de Ronaldo é grande. Milhares de camisas já foram vendidas e os torcedores lotaram o Parque São Jorge para ver a apresentação oficial do atacante. No entanto, o técnico Mano Menezes prefere ser cauteloso e pede paciência, avisando que só vai escalar Ronaldo quando ele estiver bem condicionado. "Esta movimentação toda é proporcional ao que ele significa para o futebol brasileiro. Cria algumas alterações, que nós vamos tentar tornar o mais natural possível. Vamos dar a tranqüilidade que ele precisa para finalizar a recuperação para que retorne o mais breve possível. Vai ser necessário um tempo para que ele possa jogar", explicou. Mano Menezes se recusou a fazer previsões sobre quando Ronaldo será liberado pelos médicos do Corinthians atuar. O treinador lembrou que escalar o atacante antes do momento ideal poderia acarretar em nova lesão e longo período de afastamento dos gramados, o que frustraria Ronaldo e os torcedores. "O habitat do jogador é o campo. Mas temos que tomar cuidado para que ele possa fazer isso com segurança. Quando se inicia uma temporada, a preocupação é que o jogador não se lesione, isso atrasa o ano, ainda mais para o Ronaldo, que vem de lesão grave. Nós vamos trabalhar com tranqüilidade para podemos tê-lo em campo, para isso que contratamos, talvez daqui a alguns dias poderemos ter alguma estimativa de quando ele vai jogar", justificou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.