Mano pede paciência no Corinthians e absolve Denis

Para treinador, jogadores corintianos precisam ter mais calma na hora de definir as jogadas

Redação

26 de julho de 2008 | 20h25

O técnico Mano Menezes cobrou mais paciência dos seus comandados na finalização das jogadas após a vitória do Corinthians sobre o Paraná, neste sábado, por 2 a 0. Para o treinador, o time perdeu muitas chances de definir o jogo já no primeiro tempo.Veja também: Corinthians derrota o Paraná e põe fim a jejum de vitórias"Nós poderíamos ter feito uma vantagem no primeiro tempo, mas tivemos pouca paciência para construir a jogada mesmo com muita posse de bola", disse o treinador. "Podemos não buscar tanto o fundo. Temos que jogar mais em direção ao gol", analisou Mano, referindo-se ao excesso de cruzamentos na primeira etapa.Já vencendo por 2 a 0, no final do jogo, o Corinthians perdeu o lateral Dênis, expulso com pouco mais de um minuto em campo, numa situação parecida a com a protagonizada por Wellington Saci, na final da Copa do Brasil, contra o Sport.Apesar de sido expulso em um lance tolo - numa jogada isolada, no campo de ataque - o jogador foi absolvido pelo técnico Mano Menezes."Não podemos esquecer que foi falta no Denis no primeiro lance. Esse é o primeiro ponto", disse. "Ele podia não ter dado o carrinho, mas o árbitro também poderia ter administrado com um amarelo. Foi no ataque e nem acho que tenha sido falta", afirmou Mano."Vamos dar tranqüilidade para ele. O Denis vinha de uma atuação não muito boa e isso pesa para o jogador, porque ele entra querendo ajudar de todas as formas", ponderou Mano, que já havia escalado Carlos Alberto como titular na lateral-direita contra o Paraná.O volante, aliás, seguirá na lateral contra o Criciúma, no próximo sábado, uma vez que Denis cumpre suspensão automática e Alessandro segue em recuperação de lesão. O jovem Caju deve ser ocupar o banco de reservas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.