Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Mano se socorre aos 'novos meias' para tentar vencer o clássico

Sem alternativas, técnico do Corinthians vai apostar em Jadson ou Renato Augusto, que ainda não estrearam

Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

16 de fevereiro de 2014 | 04h56

SÃO PAULO - As apostas de Mano Menezes para o clássico são dois jogadores que ainda não jogaram pelo Corinthians nesta temporada: Renato Augusto e Jadson. Para complicar ainda mais, nenhum deles está 100% fisicamente para atuar 90 minutos neste domingo. Por esse motivo, Mano estava em dúvida, fechou treinos durante a semana e não quis confirmar a escalação.

O setor de meio de campo, de criação, tem sido um dos problemas da equipe neste início de ano. Mano começou o Paulistão escalando Rodriguinho e Danilo. Depois, os dois foram sacados e o treinador testou Ramirez e Zé Paulo. Para o clássico, Mano acena com um meio de campo inédito: três volantes e um meia. Pelo menos em um treino, Jadson foi escalado no meio ao lado de três volantes - Ralf, Guilherme e Bruno Henrique, ex-Portuguesa, que deve estrear.

"Nós estamos em transição, não estamos conseguindo os resultados, então se abriu uma possibilidade de mudança. Se ela existir, vamos revelar na última hora", afirmou o técnico.

A parte burocrática também prejudicou o trabalho de Mano, já que Jadson só teve sua documentação regularizada na noite de sexta-feira. Mesmo assim, ele participou dos treinos durante a semana para tentar readquirir ritmo de jogo.

No sábado, o meia deu indícios de que pode levar a melhor sobre Renato Augusto e ser titular. "Estou treinando desde quinta-feira passada, mesmo sem ter assinado o contrato. Foram treinos fortes. Sei que faz tempo que não jogo, pode pesar o ritmo, mas vou dar o meu melhor desde o começo da partida para ver o quanto posso aguentar", disse.

A contratação de Jadson foi um pedido de Mano Menezes. A ideia inicial foi oferecer Douglas ao São Paulo, mas o Tricolor não se interessou. Foi aí que a troca com Alexandre Pato ganhou força: o São Paulo não queria mais Jadson, nem o Corinthians Pato. O negócio então foi fechado. Por ironia, o único jogo que Jadson fez nesta temporada foi contra o Palmeiras.

Já Renato Augusto fez um trabalho especial neste início de ano. Ele foi submetido a uma pré-temporada com a finalidade de evitar lesões. O clássico será seu primeiro jogo em 2014. "O que me passaram é que posso jogar 45 minutos, mas no calor do jogo não tem como dizer, posso jogar mais. Se vou começar o jogo ou não, não sei", disse Renato Augusto.

SEM LESÕES

O meia sofreu pelo menos três lesões graves em 2013: na coxa, na face e no joelho. Neste início de temporada, ele garante ter se livrado das contusões. "O Bruno (Mazziotti, fisioterapeuta) me prometeu que eu não teria mais lesões, vou confiar nele, mas eu ainda preciso de uma sequência de trabalho."

Neste novo Corinthians, Mano já idealizou um meio de campo com Jadson e Renato Augusto jogando juntos. Mas ele sabe que essa formação não é a melhor para este momento. Os dois não estão 100% e o time precisa, primeiro, evitar nova derrota. Renato afirmou que pode fazer dupla com Jadson. "Ano passado, eu já joguei com o Danilo ou com o Douglas, sei jogar em outra posição além de ser um armador pelo meio. Não vejo nenhum problema em jogar junto com o Jadson", disse Renato.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.