Mano usa amistoso em Cuiabá para dar ritmo aos reservas

Corinthians enfrenta o Mixto às 21 horas desta terça-feira; pela partida, clube irá ganhar R$ 250 mil

Marcel Rizzo, Jornal da Tarde

28 de outubro de 2008 | 10h14

Depois da festa pelo acesso antecipado na Série B do Brasileiro, o Corinthians volta a campo nesta terça-feira, para fazer um amistoso em Cuiabá (MT), contra o Mixto. O jogo será realizado às 21 horas (horário de Brasília) e renderá um cachê de R$ 250 mil aos cofres corintianos - a prefeitura da cidade também arcará com os gastos de transporte, hospedagem e alimentação da delegação do clube paulista. Veja também:Especial: em três anos, clube acumula altos e baixos TV Estadão: O que acontecerá com o Corinthians em 2009?Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão  Mesmo com cláusula no contrato que obriga o Corinthians a levar a base titular, por exigência do Mixto, o técnico Mano Menezes quer colocar em campo no amistoso desta terça-feira os outros 10 atletas que viajaram para Cuiabá, para dar ritmo de jogo a todos Do time ideal, só o zagueiro William, com dor no tornozelo esquerdo, e o meia Morais, gripado, ficaram em São Paulo.  O que chamou a atenção entre os relacionados para a viagem para Cuiabá foram as ausências do zagueiro Alves e do volante Almeida Ambos encabeçavam a lista daqueles que precisavam ser testados, já que foram contratados para isso e não tiveram oportunidade até agora: Alves só jogou uma vez; Almeida, nenhuma. Dentre os reservas que seguiram com o grupo estão Lulinha e Carlos Alberto, que atuaram muito em 2008. A pergunta que fica no ar: se ambos foram contratados para teste, por que não levá-los para Cuiabá? Mano Menezes falou especificamente sobre Alves. "Vou colocá-lo em outro jogo", explicou o treinador, sem citar Almeida. O contrato de Alves vence em 31 de dezembro. E o de Almeida, ainda antes: 30 de novembro. Ambos estavam sem clubes quando foram contratados pelo Corinthians. Alves tem 21 anos e era reserva do Joinville - foi indicação de um amigo de Mano Menezes E Almeida está longe de ser uma revelação: com 24 anos, o clube com maior destaque pelo qual passou foi o Barueri. Seus direitos, hoje, estão presos ao Iraty (PR). Depois do amistoso em Cuiabá, o Corinthians volta a se concentrar na disputa da Série B do Brasileiro, pela qual jogará apenas no sábado, contra o Paraná, no Pacaembu. Para essa partida, inclusive, já foram vendidos 14,4 mil ingressos antecipados para o torcedor corintiano.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série BCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.