Bruno Haddad/Ag. Cruzeiro
Bruno Haddad/Ag. Cruzeiro

Manoel exalta bom ambiente e vê Cruzeiro mais forte na temporada de 2018

"Chegaram jogadores para acrescentar ainda mais e deixar o grupo ainda mais forte e qualificado"

Estadão Conteúdo

07 Janeiro 2018 | 19h14

Pronto para começar a quinta temporada com a camisa do Cruzeiro, o zagueiro Manoel deu boas-vindas aos seis novos reforços do time mineiro e avalia que, com eles, e a permanência da base que conquistou a Copa do Brasil em 2017, a equipe está mais forte nesta temporada.

+ Após dois anos e meio parado, Judivan projeta temporada especial no Cruzeiro

"O Cruzeiro já tem uma equipe forte e campeã. Chegaram jogadores para acrescentar ainda mais e deixar o grupo ainda mais forte e qualificado. Já tínhamos uma base boa e forte. Os jogadores que chegaram são de muita qualidade e vão fortalecer o grupo", disse.

Segundo Manoel, que, com a ascensão do jovem Murilo, não foi titular absoluto na temporada passada, além da qualidade técnica do elenco com os novos jogadores, um elemento importante para disputar títulos é o bom ambiente no grupo cruzeirense.

"Nosso ambiente é muito bom. Todo mundo aqui é amigo e se respeita. Isso é o mais importante. Nosso grupo é muito bom, todo mundo procura brincar, deixar os que chegam se sentirem em casa e importantes", contou. Temos esse papel. Ficamos muito felizes e esperamos que eles possam nos ajudar bastante neste ano".

Presente em 24 jogos e autor de dois gols em 2017, Manoel sofreu com algumas lesões no ano passado, espera poder ter uma sequência melhor e garante que está melhor fisicamente neste ano.

"O que espero é não ter lesão, ter uma sequência de jogos como tive em 2016. Espero neste ano não sofrer uma lesão como sofri, tão grave, que tentei voltar e não consegui. Neste ano estou 100%, treinei bastante nas férias para chegar bem. Estou zerado, bem, e muito confiante", garantiu.

Mais conteúdo sobre:
futebol Cruzeiro Esporte Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.