Gerard Julien/AFP
Gerard Julien/AFP

'Manter a ambição é o que leva o Real a ser o melhor do mundo', diz Sergio Ramos

Capitão da equipe espanhol conta o segredo para o time se manter no topo e ter motivação para tentar a conquista de mais uma Liga dos Campeões

Estadao Conteudo

18 de setembro de 2018 | 15h10

Ganhar quatro das últimas cinco edições da Liga dos Campeões não tira a motivação de Sergio Ramos, capitão do Real Madrid. Na véspera da estreia do time espanhol na fase de grupos da competição mais importante do futebol europeu, o líder do time afirmou que a vontade de ser campeão é a mesma.

"Não foi por acaso que ganhamos três Liga dos Campeões. Manter a ambição de vencer também é aquilo que nos leva a ser o melhor clube do mundo", afirmou o zagueiro. "É um orgulho e uma responsabilidade, algo que esta equipe faz sempre questão de demonstrar quando entra em campo."

Ao mesmo tempo em que fala do favoritismo do Real, Sergio Ramos admite que a disputa do campeonato é intensa e muitos times estão na briga pela taça. "Falta ainda um longo caminho até podermos atingir a final. Existem adversários muito fortes. O Barcelona é um rival direto."

O fato de a final ter sido marcada para o campo do Atlético de Madrid não incomoda um dos principais jogadores do Real Madrid. "Independentemente do local da final, o Real Madrid está sempre obrigado a ser competitivo. Defendemos o título e isso é mais um reforço na nossa motivação. Não interessa que a decisão será em um campo em Madri, que neste caso é de um rival como o Atlético. Competimos sempre convictos de que podermos ganhar a Liga dos Campeões."

Sergio Ramos não perdeu a oportunidade de cutucar o Barcelona, ao ser perguntado sobre o fato de o rival ter 30 Copas do Rei, contra 19 do Real. "Prefiro a Liga dos Campeões a Copa do Rei. É verdade que todas as competições são importantes, mas algumas são mais do que outras. Não é normal conquistar tantas Ligas em tão pouco tempo. Qualquer jogador prefere uma Liga a três Copas do Rei." Na competição continental, o Real soma 13 conquistas, enquanto o Barça tem cinco.

Durante a entrevista coletiva, o experiente jogador do Real falou sobre o momento do brasileiro Vinícius Junior, que atua pelo time B. "Ele possui características únicas, é um grande jogador e tem um futuro promissor. Ainda está em uma fase de adaptação e por isso também precisa de um período de formação. Não vamos criar pressão sobre ele."

O Real Madrid enfrenta a Roma pela primeira rodada do Grupo G da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, no Santiago Bernabéu, em Madri. CSKA Moscou e Viktoria Plzen são os outros adversários.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.