Manutenção da base anima Joel Santana no Botafogo

Atual campeão, o Botafogo estreia nesta quinta-feira no Campeonato Carioca, diante do Duque de Caxias, confiante na conquista do bicampeonato. E a arma para isso, segundo o técnico Joel Santana, é a manutenção da mesma base do ano passado, o que pode dar uma grande vantagem principalmente neste começo de temporada.

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2011 | 17h58

"Ter mantido a base dá uma expectativa de ter uma equipe ciente do que você quer. E os jogadores conversam muito para acertar, pois a parte tática tem a teoria e a prática. Já sabemos 60%, 70% do que podemos fazer. Viemos de um amistoso bom, mas foi só um, não dá firmeza. O começo de trabalho é sempre difícil, a equipe está mais ou menos montada, mas você não sabe como vai responder", declarou Joel.

Com muita experiência na competição, o treinador do Botafogo demonstrou animação com o início do Campeonato Carioca deste ano, que contará com astros como Ronaldinho Gaúcho e Fred, entre outros. Isso, inclusive, fez com que ele se lembrasse de edições passadas.

"O Carioca está badalado, algo parecido com 1995. Na época, Romário estava chegando, tinha Sávio e Edmundo no Flamengo, Renato Gaúcho no Fluminense, Túlio no Botafogo. O campeonato foi muito bom. Essa competição tem que existir, é onde começou a história. Só poderia ser revista a forma de disputa, pensando na qualidade do espetáculo. É preciso começar bom e terminar bonito", analisou Joel.

Apesar de contar com um elenco com menos estrelas do que os rivais Flamengo e Fluminense, o técnico botafoguense confia em uma boa campanha. "Está todo mundo se armando, com treinadores experientes. Entramos como coadjuvantes na peça. Mas este negócio de favorito é muito relativo. Você só pode falar da qualidade da festa depois que ela começar", concluiu Joel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.