Maracanã começa a ganhar estruturas para seus telões

Cada telão terá 98 m² e a previsão é de que as estruturas sejam afixadas até o fim deste mês

AE, Agência Estado

14 de março de 2013 | 16h29

Estádio que mais preocupa a Fifa para a Copa das Confederações, por conta dos atrasos nas obras, o Maracanã começou a ter instalado, nesta quinta-feira, a primeira das quatro estruturas que darão sustentação aos quatro telões que serão colocados no local. Cada um terá 98 metros quadrados e a previsão é de que as estruturas sejam afixadas até o fim deste mês, quando será iniciado o processo de instalação das placas de imagem de alta definição.

Os telões ficarão posicionados na passarela central da cobertura do Maracanã, onde poderão ser visualizados pelos torcedores de qualquer posição do estádio. "Os placares eletrônicos serão instalados estrategicamente para que todos os torcedores possam ver as imagens e ler as mensagens transmitidas. E o tamanho das letras das informações também obedeceu a critérios de distância focal que permitam a leitura por todos os espectadores", afirmou Ícaro Moreno, presidente da Empresa de Obras Públicas do Rio (Emop), lembrando que o posicionamento dos telões obedeceu a critérios visuais estabelecidos pela Fifa.

O início da instalação das estruturas dos telões aconteceu um dia depois de o plantio do gramado do Maracanã ter sido finalizado. O processo, iniciado no último domingo, foi encerrado após o transporte de 360 placas de grama, recortadas de um gramado cultivado numa fazenda em Saquarema, na Região dos Lagos, e transportadas em forma de rolos até o estádio em caminhões. Foram nove mil metros quadrados de área plantada.

COBERTURA

Atrasado, o Maracanã vive também hoje o processo de colocação da lona de fibra de vidro e teflon sobre a estrutura metálica da nova cobertura do estádio. E a previsão é a de que, até este sábado, 50% das 120 membranas compostas por estes materiais já estarão tensionadas pelos operários e alpinistas contratados para esta tarefa. Essa nova cobertura terá 68,4 metros de comprimento e promete cobrir 95% das 78.838 cadeiras do estádio, enquanto a antiga cobertura não passava dos 30 metros de extensão.

Na última quarta-feira, o secretário chefe da Casa Civil do Governo do Rio, Regis Fichtner, confirmou a realização de três eventos-teste antes da disputa da Copa das Confederações, que começará em 15 de junho. O primeiro, fechado ao público, acontecerá no dia 27 de abril, data prevista para a entrega do estádio. O segundo, também fechado, ocorrerá em data a ser definida entre os dias 8 e 15 de maio. Já o terceiro e último evento será o amistoso entre Brasil e Inglaterra, no dia 2 de junho, quando 80% da capacidade do estádio estará liberada para presença dos torcedores.

Com o prazo estourando e muita correria nas obras para que seja entregue, de fato, no dia 27 de abril, o Maracanã será palco de três jogos da Copa das Confederações e outros sete da Copa de 2014, incluindo a final das duas competições.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.