Divulgação
Divulgação

Maracanã é a maior preocupação da Fifa, admite Valcke

No entanto, Valcke reafirmou a confiança de que o estádio ficará pronto no tempo previsto

LEONARDO MAIA, Agência Estado

07 de março de 2013 | 14h48

RIO - Em seu penúltimo giro pelas cidades-sede da Copa das Confederações, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, afirmou que a reforma do Maracanã é o obstáculo final para a realização do torneio entre os dias 15 e 30 de junho deste ano, em preparação para a Copa do Mundo de 2014.

Sem esconder a preocupação, o dirigente marcou uma reunião para esta sexta-feira. O encontro contará com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, além de outras autoridades estaduais, a direção do Comitê Organizador Local (COL) e da Odebrecht, responsável pelas obras. O objetivo da reunião é esclarecer pontos a respeito da preparação final do Maracanã.

Apesar disso, Valcke manteve o tom diplomático nesta quinta-feira e reafirmou a confiança de que o estádio ficará pronto no tempo previsto, após conversa com Sérgio Cabral. O governador assegurou a entrega do Maracanã até o dia 27 de abril, data em que a Fifa deverá assumir a administração do estádio para iniciar os preparativos para a Copa das Confederações.

O secretário-geral da Fifa também minimizou os efeitos da forte chuva que caiu sobre o Rio na terça-feira. O Maracanã ficou alagado, o que atrapalhou as obras e impediu a visita de Valcke agendada para aquele dia. O dirigente elogiou o empenho dos operários na limpeza do estádio, o que evitou maiores atrasos.

Na mesma entrevista coletiva, concedida nesta quarta, Valcke confirmou novos dados sobre a venda de ingressos e exaltou a grande demanda por bilhetes para os jogos. "É uma das melhores vendas de ingressos para uma edição da Copa das Confederações. Já foram vendidos 522 mil ingressos de um total de 852 mil", afirmou o secretário, que informou também que já estão esgotadas todas as entradas para jogos no Maracanã.

Presente no evento, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, confirmou que estão sendo confeccionadas e já começam a ser distribuídas carteirinhas de estudantes nacionais para os jogos da competição. A Fifa aceitará somente este modelo de carteirinha na venda de ingressos pela metade do preço.

Enquanto os demais preparativos já vão avançando, o Maracanã corre contra o tempo para cumprir a promessa do governador Sérgio Cabral de entregar o estádio no prazo. Desde o início das obras, o Maracanã já sofreu seguidos atrasos e ganhou diversas datas de entrega. Inicialmente, era dezembro de 2012, prazo que foi estendido para fevereiro deste ano. Na sequência, 15 de abril se tornou a nova data. E agora é 27 do mesmo mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.