Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Maracanã lidera disputa para receber final da Libertadores de 2020

Estádio deverá ser confirmado como palco da decisão em jogo do único do torneio

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

17 de outubro de 2019 | 04h30

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), fará parte da comitiva da CBF que estará na sede da Conmebol, no Paraguai, nesta quinta-feira para participar da reunião do Conselho da entidade que definirá os palcos das finais da Libertadores e da Copa Sul-Americana de 2020. O Maracanã é favorito para receber a decisão em jogo único da próxima Libertadores e só não será confirmado se ocorrer um imprevisto de última hora.

A confiança na escolha do estádio é tão grande que o governador do Rio tem até brincado em público sobre a decisão da Conmebol. “Vamos mais uma vez fortalecer a candidatura do Rio para ser a sede não da final da Libertadores, mas do tricampeonato do Flamengo em 2020. No ano que vem o Maracanã faz 70 anos e tenho certeza de que vai ser uma festa maravilhosa. Desculpem a brincadeira, mas quando eu nasci, Deus falou: ‘esse rapaz nasceu corintiano, mas vamos dar uma melhorada nele, dar uma alma rubro-negra, e assim ele vai ser mais feliz’”, chegou a dizer Witzel.

A Libertadores deste ano está na fase semifinal. De um lado, Boca Juniors e River Plate disputam uma vaga; do outro, Flamengo e Grêmio brigam para chegar à grande final. As partidas de volta serão realizadas na próxima semana.

A Conmebol passou a adotar este ano a final única de seus principais torneios de clubes. A decisão da Libertadores será no dia 23 de novembro no estádio Nacional de Chile, em Santiago, e a Sul-Americana vai ser decidida no estádio General Pablo Rojas, em Assunção, no Paraguai. O jogo estava marcado para o estádio Nacional de Lima, no Peru, mas mudou de local por falha na organização dos peruanos, que tentarão receber a partida no próximo ano.

O Conselho da Conmebol que decidirá as cidades-sede das finais da Libertadores e da Copa Sul-Americana é formado por Alejandro Domínguez (Paraguai), Laureano González (Venezuela), Claudio Tapia (Argentina), Ramón Jesurún (Colômbia), Rogério Caboclo (Brasil), Robert Harrison (Paraguai), César Salinas (Bolívia), Sebastián Moreno (Chile), Francisco Egas (Equador) e Ignacio Alonso (Uruguai).

Consultores técnicos da Conmebol visitaram os estádios candidatos na Argentina, no Peru e no Brasil. Segundo a entidade, os critérios avaliados pelos técnicos foram: visão, conceito e legado da proposta, características técnicas do estádio e campos de treinamento, requisitos de segurança, mobilidade e acomodação e aspectos sociais, políticos, ambientais e comerciais.

Estádios candidatos à final da Libertadores

  • Mario Kempes (Córdoba, Argentina)
  • Mineirão
  • Arena do Grêmio
  • Beira-Rio
  • Maracanã
  • Morumbi
  • Arena Corinthians
  • Nacional (Lima, Peru)

Candidatos para a decisão da Copa Sul-Americana

  • Mario Kempes (Córdoba, Argentina)
  • Único (La Plata, Argentina)
  • Mané Garrincha
  • Nacional de Lima

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.