Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Mauro Pimentel/AFP
Mauro Pimentel/AFP

Maracanã teve mais de 100 assentos quebrados e bar saqueado na final

Torcedores do Flamengo se revoltaram após perda do título da Copa Sul-Americana diante do Independiente-ARG

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2017 | 19h58

Além das cenas de barbárie registradas do lado de fora do estádio, o Maracanã também sofreu com atos de vandalismo na noite de quarta-feira, quando Flamengo e Independiente se enfrentaram pelo segundo jogo da final da Copa Sul-Americana. Grades, luminárias, bebedouros e mais de uma centena de assentos das arquibancadas foram danificados. O valor total dos reparos não foi informado pela concessionária que administra o estádio, mas será pago pelo Flamengo.

Polícia Militar confirma que 16 torcedores foram presos após tumulto

Independiente pede punição para o Flamengo após violência de torcida

Torcedor que entrou de para-quédas no Maracanã é multado

Segundo levantamento do Consórcio Maracanã, houve atos de vandalismo em diversas partes do estádio. Um bar no 3º nível da arena foi invadido e saqueado após o jogo, e para tanto teve sua porta quebrada. Um catraca de acesso foi arrancada, assim como forros no teto de banheiros. Além disso, contêineres de lixo foram destruídos e luminárias foram arrancadas.

Os prejuízos serão bancados pelo Flamengo. "A Concessionária Maracanã informa que, atendendo a um pedido dos próprios clubes, o atual modelo de realização de jogos prevê que toda a operação das partidas, incluindo segurança, alimentação, venda de ingressos, controle de acesso e outros, é de responsabilidade dos times desde 2016", diz comunicado enviado ao Estado.

Na noite da partida, quase 55 mil pessoas pagaram ingresso - ao todo, 62.567 torcedores estiveram presentes ao Maracanã. A renda do jogo que deu ao Independiente o título de Sul-Americana foi de R$ 6.694.300,00.

A lista de danos o estádio, de acordo com a Concessionária Maracanã tem: mais de uma centena de cadeiras quebradas, porta rolante do bar do 3º nível quebrada (o bar foi invadido no final de jogo e saqueado), portão do acesso "E" arrancada, catraca de acesso arrancada, corrimãos de aço galvanizado danificados, guarda-corpo de vidro da arquibancada quebrado, guarda-corpo de ferro da arquibancada danificado, mais de dez bebedouros danificados, luminárias de teto arrancadas, um carrinho de pipoca quebrado, forros do teto dos banheiros arrancados, balcão de venda de cerveja danificado, contêineres de lixo destruído, extintores de incêndio quebrados e placas de sinalização destruídas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.