Maradona acha que é discriminado

Diego Maradona sente-se discriminado na Argentina por não receber convite para trabalhar em um clube de futebol. "Temos um país careta e não podemos mudar. Quando alguém erra em algo, parece que nunca será perdoado", disse o ex-jogador e maior ídolo argentino, referindo-se ao fato de ser dependente de drogas. Maradona faz um tratamento de desintoxicação em Cuba. "Não vou chorar. Faço minha parte e sei que nunca fiz mal a ninguém."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.