Oliver Weiken/EFE - 03/07/2010
Oliver Weiken/EFE - 03/07/2010

Maradona admite assumir seleção dos Emirados Árabes

Treinador argentino do Al Wasl afirma que poderia dividir as funções

AE-AP, Agência Estado

28 de dezembro de 2011 | 18h10

DUBAI - Diego Maradona admitiu nesta quarta-feira o desejo de assumir o comando da seleção dos Emirados Árabes Unidos, que está sem treinador desde setembro. O astro argentino trabalha atualmente como técnico do Al Wasl, um dos clubes do país, e disse que não teria problema em exercer as duas funções simultaneamente.

O nome de Maradona tem sido especulado na imprensa local como candidato ao cargo na seleção desde que o esloveno Srecko Katanec foi demitido após a derrota para o Líbano em setembro. Com um técnico interino, os Emirados Árabes Unidos perderam os três jogos que fizeram depois disso nas Eliminatórias da Copa de 2014.

Quando perguntado se aceitaria assumir a seleção, Maradona respondeu nesta quarta-feira que "seria um prazer", mas ele não quis dizer se a federação local já lhe ofereceu o cargo. Com a experiência de ter comandado a Argentina na Copa de 2010, na África do Sul, o astro argentino é o treinador do Al Wasl desde maio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMaradona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.