Arquivo/AE
Arquivo/AE

Maradona chega à Argentina em silêncio e sem brincos

Mal nas Eliminatórias, técnico da seleção passou 11 dias em um spa, na Itália, onde teve suas joias confiscadas

AE-AP, Agencia Estado

24 de setembro de 2009 | 11h56

Diego Maradona, técnico da seleção argentina, chegou nesta quinta-feira à Argentina depois de 11 dias de descanso em um spa na Itália, onde ficou recluso para perder peso e o stress acumulado com as derrotas para Brasil e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

O treinador chegou em silêncio e sem os brincos de diamante, avaliados em 4 mil euros, que foram confiscados pela polícia italiana em virtude de uma dívida antiga que ele contraiu ainda enquanto jogador do Napoli. Na chegada, Maradona saiu do aeroporto sem dar declarações à imprensa.

Ainda nesta quinta-feira, Maradona convoca os jogadores da seleção argentina que enfrentarão Gana, no próximo dia, em Córdoba (ARG), em amistoso preparatório para os dois confrontos finais pelas Eliminatórias da Copa de 2010, contra o Peru, em Buenos Aires, e Uruguai, em Montevidéu.

A Associação de Futebol Argentino (AFA) informou que a lista de convocados para os dois duelos decisivos pelas Eliminatórias será anunciada na sexta-feira por Maradona. A Argentina ocupa a quinta posição do qualificatório sul-americano para o Mundial e precisa de uma vitória em casa, contra o Peru, para não chegar a Montevidéu com sério risco de não se classificar ao menos para a repescagem das Eliminatórias da Copa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.