Maradona: despedida nas Eliminatórias

O ex-jogador Diego Armando Maradona poderá realizar seu sonho de despedir-se definitivamente do futebol vestindo a camisa da seleção argentina, em uma partida oficial. Dirigentes estudam a possibilidade de homenagear o maior jogador do país em todos os tempos, ainda este ano, num jogo válido pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002.O raciocínio dos argentinos é simples: eles apostam que o time se classifica com algumas rodadas de antecedência (hoje é líder da zona sul-americana com 5 pontos à frente do Brasil, o segundo colocado) e por conta disso, as últimas rodadas das eliminatórias poderão se transformar em amistosos de luxo. Nada melhor então, que fazer uma festa para Diego. A idéia teria agradado inclusive ao técnico da seleção, Marcelo Bielsa. Os organizadores da festa têm até uma data na cabeça: 8 de novembro, penúltima rodada da fase de classificação, quando a Argentina recebe a seleção do Peru, em Buenos Aires. Para jogar, no entanto, Maradona terá de receber uma autorização especial da Federação Argentina de Futebol o que, para alguns, pode ser um fator complicador. Para a entidade, seria melhor que Maradona promovesse um jogo de despedida e chamasse ?amigos? para participar, como fazem quase todos os jogadores à beira da aposentadoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.