Maradona destaca atitude da Argentina e evita polêmica

O técnico da Argentina, Diego Maradona, afirmou neste domingo que os jogadores convocados têm mostrado desejo de defender a seleção e evitou criar polêmica com seu antecessor, Alfio Basile. Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão  "Os jogadores continuam me provando que querem defender a camisa, que dão tudo de si", comentou o ídolo em declarações publicadas pela imprensa esportiva de Buenos Aires.Ao falar sobre os comentários de Basile, que teria dito que a seleção perdeu sua "mística", ele foi contido. "Não responderei a Basile. Somente digo que, na minha seleção, os jogadores atuarão não pela obrigação, mas pelo orgulho", comentou, em referência direta às palavras de seu antecessor, demitido há dois meses e meio.Basile também recebeu uma resposta do presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona. "Nenhuma mística se perdeu. Se tivemos derrotas, foi por culpa de quem dirige, e não dos comandados", ressaltou o dirigente.Maradona explicou que aproveitará os amistosos da Argentina para continuar "observando" o desempenho de jogadores para melhorar o elenco com vistas às Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo de 2010.No sábado, o ex-jogador participou de um amistoso beneficente no Estádio de La Bombonera, do Boca Juniors. O próximo compromisso da Argentina é um amistoso diante da França, em Marselha, no dia 11 de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.