AFP
AFP

Maradona diz estar 'muito saudável' e que doará dinheiro quando morrer

Treinador do Gimnasia La Plata respondeu à filha, que havia postado mensagem no Instagram

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2019 | 23h41

O argentino Diego Maradona contradisse nesta segunda-feira a filha Gianinna, garantiu estar "muito saudável" e antecipou que, quando morrer, doará o dinheiro que acumulou.

No Instagram, Gianinna comentou que "estão matando (Diego Maradona) por dentro sem que ele perceba". "Vocês se lembram que havia um zoológico onde era possível tirar fotos com um leão gigante? Ele ficava preso, era impossível domar a fera. Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência. Rezem por ele", escreveu.

O atual técnico do Gimnasia La Plata respondeu à filha nesta segunda-feira, através de um vídeo publicado em sua conta na mesma rede social. "Não estou morrendo, nada. Durmo tranquilamente porque estou trabalhando. Dói muito perder para o Estudiantes (por 1 a 0, no sábado passado). Não sei o que Gianinna quis dizer e o que interpretará. Sei que agora, enquanto envelheço, se preocupam mais com o que você deixa de fazer do que com o que está fazendo", afirmou.

"E digo a todos que vou doar. Vou doar tudo o que fiz na vida quando morrer, mas não agora. Estou muito saudável", completou.

Maradona está em litígio com Claudia Villafañe, ex-mulher e mãe de duas filhas do astro argentino, Dalma e Gianinna, acusada por ele de roubar pertences pessoais. Villafañe, inclusive, entrou na polêmica na internet ao publicar na própria conta no Instagram. "Se você tem coragem de postar um vídeo no Instagram falando de nossa filha, espero que tenha amanhã para se apresentar ao tribunal, já que até agora nunca foi", escreveu.  /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
Maradonafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.