Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

Maradona diz que Argentina 'jogará a vida' contra o Uruguai

Em quarto lugar nas Eliminatórias da América do Sul, equipe garante vaga na Copa com vitória em Montevidéu

EFE,

11 de outubro de 2009 | 09h30

BUENOS AIRES - Diego Maradona, técnico da Argentina, comemorou a vitória de 2 a 1 sobre a seleção peruana e disse que seus comandados "jogarão a vida" na próxima quarta-feira em Montevidéu, na última rodada das Eliminatórias da América do Sul à Copa do Mundo de 2010.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Argentina 2 X 1 Peru

linkCopa 2010: mais oito países estão classificados

especialMAPA - Os países que já garantiram vaga na Copa

Eliminatórias da Copa - tabela Classificação | lista Tabela 

especial ELIMINATÓRIAS - Mais no canal especial

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Foi dramático, mas acabamos vencendo. Agora temos de ir ao Uruguai buscar a classificação e jogaremos a vida", afirmou após a partida.

A Argentina foi a 25 pontos e está em quarto lugar, enquanto o Uruguai foi a 24 e ficaria com a vaga na repescagem se as Eliminatórias acabassem hoje. O Equador está com 23 e ainda sonha com o Mundial.

"As chances de classificação estão intactas. Se fizéssemos cinco gols estaríamos mais tranquilos, mas só tivemos um de diferença na vitória contra os peruanos", apontou.

O treinador declarou que o gol marcado nos acréscimos foi um milagre de "San Palermo", em referência ao veterano artilheiro Martín Palermo, que balançou as redes.

"No intervalo, quando resolvi que Palermo entraria, lhe disse que resolvesse a partida da mesma forma que outras vezes. E Martín sempre cumpre", comentou Maradona, descartando que ele comece jogando no Uruguai ao lado de Gonzalo Higuaín, autor do primeiro gol.

Para o decisivo jogo em Montevidéu, a Argentina pode começar jogando com o veterano meia Juan Sebastián Verón.

Perguntado sobre as vaias de parte da torcida, o treinador falou que "segue olhando à frente" e "tem muitas coisas a pensar" para se preocupar com isso.

Maradona disse que não esperava o gol peruano, marcado por Rengifo quase no fim do jogo sob muita chuva. E confirmou Lionel Messi como titular contra os uruguaios, mesmo após outra atuação abaixo da expectativa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.