Vassil Donev/EFE
Vassil Donev/EFE

Maradona diz que Luís Fabiano usou o 'braço de Deus' na vitória sobre a Costa do Marfim

'Houve uma mão dupla no gol de Luís Fabiano. O tragicômico é o sorriso do árbitro'

AE-AP, Agência Estado

21 de junho de 2010 | 09h58

O técnico argentino Diego Maradona brincou nesta segunda-feira com o segundo gol feito no domingo por Luís Fabiano, na vitória brasileira sobre a Costa do Marfim por 3 a 1, quando o atacante utilizou a mão para marcar um dos gols mais bonitos deste Mundial.

Veja também:

link'Vivo de gols, agora terei tranquilidade'

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador |

Lembrando o seu gol de mão contra a Inglaterra na Copa de 1986, apelidado de "mão de Deus", Maradona afirmou entre sorrisos que o brasileiro usou o braço de Deus. "Este foi com o braço, não podemos comparar", afirmou o treinador,

proveitando para alfinetar a arbitragem. "Houve uma mão dupla no gol de Luís Fabiano. O tragicômico é o sorriso do juiz (o francês Stephane Lannoy)".   Após a partida, o atacante brasileiro chegou a brincar com o toque de mão. "Foi uma mão involuntária, mão santa, mão de Deus. Mas, como foi involuntária, valeu a pintura do gol", afirmou no domingo.  

Mas não foi apenas Luís Fabiano que mereceu referências do treinador argentino. Maradona elogiou o Brasil e colocou a seleção de Dunga como a principal favorita do Mundial. "Eles não estão jogando bem, mas conseguem definir os jogos. São os grandes favoritos à Copa", palpitou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.