Maradona é condenado na Argentina

Por cinco votos a quatro, o ex-jogador Maradona foi condenado nesta quinta-feira pela Corte Suprema da Justiça argentina a dois anos de prisão em suspenso (sem detenção) por disparar tiros de chumbo com uma espingarda de ar comprimido contra jornalistas, em 1994, diante de sua casa de repouso, em Moreno, próximo a Buenos Aires.Maradona já havia sido condenado em primeira instância e agora a sentença foi ratificada, após apelação feita pelos advogados do astro argentino. Com a decisão da Justiça pesa sobre Maradona ainda os processos por danos e prejuízos apresentados pelos repórteres.Na ocasião dos disparos, poucos meses antes da Copa do Mundo de 1994, quatro jornalistas ficaram feridos e resolveram processar o ex-atleta. O advogado dos repórteres, Marcelo Bermolen, celebrou nesta quinta-feira a decisão da Corte Suprema. ?Em um país em que não se condena ninguém, nós conseguimos fazer justiça e condenar Maradona?. ?Ficou provado que Maradona agrediu, sem advertências, um grupo de trabalhadores da imprensa que só estavam cumprindo com seu dever?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.