Maradona é detido no aeroporto de Buenos Aires

Ídolo do futebol mundial é preso por causa de um acidente automobilístico

Efe,

07 de outubro de 2007 | 14h43

Diego Maradona foi detido neste domingo, 7, no aeroporto de Buenos Aires devido a uma investigação de um acidente automobilístico protagonizado no ano passado pelo ex-jogador, informaram fontes policiais.   Após ser informado sobre a sua situação, a justiça liberou o ex-jogador. Maradona, que é acusado de ter atropelado e ferido duas pessoas no início de 2006, foi informado sobre sua situação e posteriormente acabou liberado.   O ex-jogador foi detido, segundo fontes do aeroporto, quando retornava ao país procedente da Itália.   Sobre Maradona pesa uma ordem de captura emitida no dia 31 de agosto pelo juiz Gonzalo Rúa, que declarou o craque argentino "à revelia" após ele faltar a cinco convocações que foram enviadas para o início do julgamento oral e público.   O episódio aconteceu em fevereiro de 2006, quando Maradona bateu o seu carro em uma cabine telefônica, cujos estilhaços de vidro feriram um jovem casal que estava no local.   Maradona é acusado de causar "lesões leves" e os jovens também o acusam de ter ido embora sem prestar socorro nem entregar suas informações ou as do veículo.   Os advogados de defesa do craque argentino pediram a suspensão do julgamento, mas o pedido não seguiu em frente.   O promotor Gustavo Galante pediu em novembro que Maradona fosse condenado a pagar uma multa de US$ 635.   Matéria ampliada às 16h19 para acréscimo de informações

Tudo o que sabemos sobre:
Maradona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.