Roberto Armenta/Reuters
Roberto Armenta/Reuters

Maradona é internado em Buenos Aires com sangramento intestinal

Ex-jogador, que atualmente dirigente time mexicano, descobre problema durante exame de rotina

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2019 | 19h02

O ex-craque argentino Diego Maradona foi internado em Buenos Aires nesta sexta-feira com um sangramento intestinal. Segundo o jornal Olé, o atual técnico do Dorados de Sinaloa, do México, descobriu o problema enquanto realizava exames médicos de rotina na clínica Olivos. Apesar do susto, Maradona não corre risco de morte e deve receber alta em breve.

Depois de assinar a renovação de contrato com o Dorados, Maradona se dirigiu à clínica para realizar exames médicos exigidos pela Federação Mexicana de Futebol para treinadores que atuam no país. O ex-jogador relatou aos médicos que sentia um incômodo gástrico e ao ser submetido a uma endoscopia, os médicos detectaram um pequeno sangramento no intestino.

Maradona tem 58 anos e está de férias na Argentina, onde passou a festas de fim de ano. O ex-jogador está na clínica acompanhado de três filhos Giannina, Jana e Diego Maradona Jr. O ex-meia está no futebol mexicano desde o ano passado. A equipe dirigida por ele disputa a segunda divisão do futebol local.

O ex-camisa 10 da seleção argentina já teve outros problemas de saúde no passado, a mais grave delas em 2004. Maradona permaneceu internado em estado grave na Argentina por 12 dias na UTI para se recuperar de uma crise de pressão alta.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.