Maradona e Messi concentram expectativas de argentinos em estreia

Nas ruas de Buenos Aires, torcedores parecem segurar entusiasmo com seleção.

Marcia Carmo, BBC

12 de junho de 2010 | 01h54

A estreia de Diego Maradona como técnico da seleção argentina na Copa do Mundo e a forte expectativa em relação ao desempenho do jogador Lionel Messi são os principais assuntos no país antes da partida contra a Nigéria, neste sábado, na África do Sul.

"Torço para que Messi tenha o mesmo impacto que eu tive em 1986. Mas isso depende também da equipe", disse Maradona nesta sexta-feira.

Durante a semana, as emissoras de televisão da Argentina repetiram as imagens de Maradona abraçado com Messi enquanto o orientava a marcar pênaltis durante os treinos.

Críticos argentinos, no entanto, observaram que, durante a etapa das eliminatórias, Messi não demonstrou na seleção o mesmo sucesso com que joga no Barcelona, onde recebeu o título de melhor jogador do mundo em 2009.

Alguns comentaristas inclusive chegaram a especular que Messi se sentia "inseguro" ou "pouco à vontade" sob o comando de Maradona.

Pressão

O experiente meia Juan Sebastián Verón, que também está na seleção, afirmou que toda essa expectativa em relação a Messi está "errada" porque, em sua opinião, coloca "muita pressão" contra o craque.

Na mesma linha, o ex-jogador argentino Mario Kempes, da seleção campeã de 1978, observou: "Não se pode pensar que o time é Messi e mais dez jogadores. É muita pressão".

Nas ruas de Buenos Aires, alguns edifícios exibem a bandeira azul e branca do país e o governo da cidade preparou telões para a transmissão dos jogos em duas praças públicas.

Mesmo assim, ainda não se percebe euforia entre os torcedores argentinos.

O jornaleiro Daniel Irribarre, de 28 anos, disse que está "orgulhoso" do time e de ver Maradona como técnico, mas afirma preferir segurar o entusiasmo por enquanto.

"Nós temos Messi, Tevez, Verón. E ainda por cima Maradona como técnico. Mas sabemos que a Copa é sorte e a classificação foi tão difícil que é melhor não comemorar nada antes".

Além do jogo entre Argentina e Nigéria, completa a rodada do grupo B neste sábado a partida entre Coreia do Sul e Grécia. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.