Maradona foi mordido ao dar boa noite ao cão, diz Cahe

Médico particular de Maradona, Alfredo Cahe deu detalhes nesta quarta-feira sobre o acidente sofrido pelo astro na última segunda, quando levou uma mordida de sua cadela e precisou passar por cirurgia na boca. Segundo ele, o treinador da seleção argentina recebeu o inesperado ataque quando foi dar boa noite ao animal.

AE-AP, Agência Estado

31 de março de 2010 | 22h56

"Ele me contou que normalmente chega bem perto da cadela antes de ir dormir", disse Alfredo Cahe, ao explicar que o astro tinha ido dar boa noite ao animal. "Diego disse que a cadela se moveu rapidamente e que ela nunca tinha tido um comportamento como esse nos três anos em que estão juntos."

Maradona passou por cirurgia na manhã de terça-feira, quando precisou levar dez pontos na boca - a retirada dos pontos deve acontecer em duas semanas. Ele deixou o hospital no mesmo dia, com a recomendação de fazer repouso. E ainda não deu entrevistas para comentar sobre o inusitado caso.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMaradona

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.