Maradona não entra em campo no showbol e revolta a torcida

Técnico da seleção argentina desiste de jogar partida e deixa espectadores enfurecidos na cidade de La Rioja

EFE,

18 de dezembro de 2008 | 15h34

O técnico da Argentina, Diego Armando Maradona, esteve presente a uma partida de showbol na cidade de La Rioja, a 1.150 km de Buenos Aires, mas a decisão de não jogar revoltou a torcida, que reagiu com violência e chegou a atirar garrafas em quadra, além de insultar o astro.Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoO ex-jogador já havia anunciado, há alguns dias, que não disputaria mais partidas de showbol e que compareceria ao evento desta quarta-feira, mas não jogaria. Nesta quarta, ele exerceu a função de treinador de uma das equipes.Os organizadores do amistoso disputado no ginásio Poliesportivo Carlos Saúl Menem, no entanto, disseram que não foram comunicados da decisão do astro."Em nenhum momento Maradona disse que não iria jogar. Sinto que há uma fraude moral. O espetáculo foi suspenso por duas vezes. E quando ele vem, não joga", disse Cristian Machado, um dos organizadores.Machado afirmou que deve processar Maradona e disse que muitos torcedores pediram a devolução do dinheiro dos ingressos. "Maradona não respeitou o contrato, nem se importou com as pessoas que foram vê-lo", protestou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.