Maradona passa por exame toxicológico

O ex-craque argentino Diego Maradona permanece detido no Aeroporto Internacional Tom Jobim enquanto aguarda a chegada de peritos que lhe farão um exame toxicológico para verificar a presença de substâncias químicas em seu sangue. No início da manhã, o jogador se envolveu em um tumulto ao perder o vôo que o levaria de volta àArgentina.Maradona, acompanhado por quatro amigos, foi preso após iniciar tumulto na área vip de uma empresa de aviação, inconformadocom a perda do vôo para seu país. De acordo com a Polícia Federal (PF),nem mesmo a chegada de seus agentes fez com que o ex-craque seacalmasse. Pelo contrário, passou a desacatar os policiais, provocando a suaprisão. A confusão envolvendo Maradona ocorreu horas depois de o ex-craqueter participado de uma pelada beneficente promovida pelo atual técnicodo Japão e ex-jogador, Zico. Durante a partida, que terminou empatadapor 4 a 4, o argentino fez uma bela atuação e permaneceu em campo por78 minutos levando ao delírio cerca de duas mil pessoas.

Agencia Estado,

22 de dezembro de 2005 | 11h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.