Maradona realiza exames sob efeito de medicamentos

O estado de saúde do ex-craque argentino Diego Maradona é "estável" e apresenta uma "boa evolução", segundo o novo boletim médico do Sanatório Güemes, onde ele foi internado na noite de quarta-feira, com uma "descompensação alimentar". O boletim, assinado pelo médico pessoal de Maradona, Alfredo Cahé, e pelo diretor do hospital, diz que o paciente "está sob efeito de medicamentos e realizando exames complementares de controle". Cahé disse nesta quinta-feira a rádios argentinas que Maradona "estava muito deprimido por problemas pessoais" e que "não queria ser internado". O médico também reconheceu que "nos últimos tempos, Maradona tinha cometido muitos deslizes com a alimentação e a bebida". Segundo ele, "Diego estava bastante mal anemicamente por problemas familiares que não vou considerar; Ele tinha coisas importantes que não podia administrar". No final da entrevista Cahé afirmou que o ex-jogador "não está consumindo cocaína" e que o problema dele são os excessos de comida, bebida alcoólica e charutos cubanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.