Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Maradona reclama de presente do Boca às filhas de Bush

O ex-jogador argentino Diego Maradona afirmou nesta quarta-feira estar distante do presidente do Boca Juniors, o empresário Mauricio Macri. Uma das razões do conflito entre eles seria um presente dado por Macri às filhas do presidente americano, George W. Bush."Estou distanciado dele. Tem coisas que me desagradaram: ele não brigou com as máfias e colocou camisetas do Boca nas filhas de Bush", reclamou o craque, durante entrevista concedida ao canal TyC Sports. Maradona é torcedor fanático do clube portenho.O presente foi dado por Macri às filhas do líder americano em dezembro, durante uma visita delas ao Estádio La Bombonera, em Buenos Aires. Maradona estava no estádio para acompanhar seu clube quando as camisetas foram entregues.Na ocasião, o craque usava um boné similar ao que deu de presente ao líder cubano Fidel Castro. O ídolo argentino ostenta uma tatuagem de Che Guevara, ex-companheiro de Fidel na Revolução Cubana, no braço.

Agencia Estado,

03 de janeiro de 2007 | 20h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.